CidadesPlantão Policial

Bandidos furtam celulares da loja da Havan em Araçatuba

Mais um furto de celulares foi registrado em uma loja de rede em Araçatuba. Dessa vez, o crime ocorreu durante a madrugada de terça-feira (08) na loja da Havan, localizada na Avenida dos Araçás, no centro da cidade. Os bandidos fugiram levando cerca de 12 aparelhos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o furto ocorreu pouco depois de uma hora da manhã. Câmeras de segurança da loja flagraram a ação. As imagens mostram quando dois indivíduos desconhecidos, vestindo blusas de moletom e capuz, arrombam a porta de vidro da frente da loja.

Na sequência, a dupla corre em direção ao setor onde os celulares ficam expostos. Em poucos minutos, os bandidos conseguem pegar os objetos e fogem. O sistema de alarmes da loja foi acionado e um representante, acompanhando de um segurança, compareceram ao local e constataram o furto.

Equipes da Polícia Militar também foram acionadas e isolaram a área para o trabalho da perícia técnica. Um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações. A Polícia Civil abriu inquérito para dar continuidade às apurações. Até o fechamento dessa edição, nenhum suspeito havia sido localizado. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL entrou em contato com a Havan, mas não recebeu retorno.

ONDA DE FURTOS

Em um mês, esse foi o terceiro furto de celulares registrados em lojas de rede em Araçatuba. Os dois últimos ocorreram na loja das Casas Bahia do Calçadão da cidade. No último dia 23 de setembro, criminosos arrombaram a porta da frente do comércio e furtaram aproximadamente 50 celulares. Policiais militares foram acionados para o atendimento da ocorrência, chegaram a fazer patrulhamento nas imediações, mas não

No último dia 30 de agosto, a mesma loja do centro foi alvo dos bandidos. Na ocasião, três homens encapuzados invadiram o local a chutes. Já com acesso ao interior da loja, o trio não levou mais do que dois minutos para conseguir subtrair todos os aparelhos.

Na sequência, eles fugiram correndo, levando os objetos em uma mochila. O crime só foi descoberto algumas horas depois, por volta das sete horas da manhã, quando os primeiros funcionários chegaram para trabalhar. Toda a ação foi filmada pelas câmeras de segurança na parte externa. Até hoje, os autores não foram localizados. A Polícia Civil abriu novo inquérito para apurar o furto e quer saber se existe alguma relação entre os furtos. À época, a Casas Bahia informou, por meio de uma nota, que iria colaborar com as investigações.

Comment here