CidadesPlantão Policial

Recém-nascido abandonado continua internado em estado grave

A Polícia Civil de Avanhandava, região de Penápolis, abriu inquérito para saber quem é o responsável por ter abandonado um recém-nascido, dentro de uma caixa de papelão, na estrada Gentil Moreira entre a cidade e Promissão. O caso foi descoberto no início da tarde de domingo (18).

 

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, um homem passava pela vicinal quando ouviu o choro da criança. Ele estranhou aquela situação e se aproximou de onde os gritos vinham. Ao chegar mais perto, ele percebeu de que se tratava de um recém-nascido, enrolado em uma sacola, dentro de uma caixa de papelão.

A testemunha acionou a Polícia Militar, que esteve no local e prestou os primeiros atendimentos, encaminhando o bebê para o Pronto-Socorro Municipal de Penápolis. As equipes puderam perceber que a criança ainda estava com o cordão umbilical e a placenta.

 

Na chegada à unidade hospitalar, os médicos constataram que o recém-nascido tinha apenas um dia de vida e apresentava quadro de hipotermia baixa. Por conta da gravidade do estado de saúde, houve a necessidade da transferência para a Santa Casa de Araçatuba.

 

TRANSFERÊNCIA

 

Ainda durante o domingo, a transferência do menino ocorreu. Ele deu entrada na Santa Casa de Araçatuba com quadro de parada cardiorrespiratória e choque hemorrágico. A situação foi revertida pelos médicos e ele segue internado na UTI Neonatal. O quadro clínico é grave, porém estável, segundo o último boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa.

 

Até o fechamento dessa edição, o responsável pelo abandono da criança não havia sido identificado pela Polícia Civil.

Comment here