CidadesEsportesInternacional

Estados Unidos tenta quarto título mundial e Holanda, o primeiro; Suécia termina em terceiro

DA REDAÇÃO – SÃO PAULO

Estados Unidos e Holanda decidem hoje o título da Copa do Mundo Feminina de Futebol. A partida começa às 12h (horário de Brasília), no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon (França). Caso fique com o título, será o terceiro dos Estados Unidos. Para a Holanda será uma conquista inédita. Ontem a Suécia venceu a Inglaterra por 2 a 1 e terminou a competição em terceiro lugar.
Chegando na decisão longe do favoritismo, o time aceita com otimismo a forma como chega como azarão. Daniëlle van de Donk afirma que pode ser positivo os EUA chegarem com tanta moral. “Eu acho que é o melhor papel que você pode estar em. Eu não acho que eles acham que somos tão bons … Eu acho que isso vai ser uma vantagem para nós”, disse a meia.
A jogadora fez questão de lembrar que o time é o atual campeão europeu e exaltou o time e a torcida holandesa que vem acompanhando todos os jogos. “Somos campeões europeus, não apenas qualquer um. Estou muito orgulhoso da equipe, estou muito orgulhoso da Holanda e acho que chegamos tão longe porque temos um apoio tão incrível o tempo todo”.

TERCEIRO LUGAR
A Suécia confirmou ontem a terceira posição da Copa do Mundo Feminina de Futebol. Jogando na Allianz Riviera, em Nice, na França, a seleção sueca fez prevalecer o ótimo desempenho no primeiro tempo, segurou o ímpeto da Inglaterra na segunda etapa e conquistou a vitória por 2 a 1 para subir no pódio da competição. Asllani e Jakobsson marcaram para a equipe comandada por Peter Gerhardsson. Kirby descontou para o English Team.
Os primeiros 45 minutos foram de domínio sueco. Pressionando a saída de bola e forçando o erro da Inglaterra, a Suécia abriu o placar logo aos 10 minutos, após falha de Greenwood que Asllani aproveitou para empurrar para a rede, e ampliou aos 21, em linda jogada individual de Jakobsson. Aos poucos, as inglesas equilibraram as ações ofensivas, diminuíram com Kirby e chegaram até a empatar com White, que teve o tento anulado por toque de mão.
Se a primeira etapa foi da Suécia, a segunda foi da Inglaterra. Em busca do empate, o English Team tomou a iniciativa, acuou as rivais em seu campo de defesa, mas não conseguiu transformar as chances criadas em gols. Em vantagem, as suecas pouco fizeram nos 45 minutos finais, tentando controlar o jogo e manter a vitória para garantir o terceiro lugar.

 

 

Comment here