Cidades

Com sete mortes confirmadas por dengue, Birigui reforça combate à ação do mosquito

A Prefeitura de Birigui convocou 33 pessoas aprovadas em processo seletivo para trabalho de auxiliar de serviços gerais. A jornada é de 40 horas semanais, com remuneração de R$ 988,00, R$ 150,00 de abono e R$ 200 de vale alimentação. O contrato de trabalho é de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 10 meses. Na segunda-feira (3), o prefeito Cristiano Salmeirão e o secretário municipal de Serviços Públicos, Água e Esgoto, Rafael Polizel, receberam os servidores no Paço Municipal. Em reunião, o prefeito pediu apoio para a limpeza geral da cidade, principalmente nos detalhes relacionados aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, o zika vírus, a febre amarela e a chikungunya. O município já registrou sete óbitos por complicação com a dengue
O auxiliar de serviços gerais irá executar tarefas de limpeza geral de ruas, de praças e terrenos e imóveis públicos, removendo a terra e outros materiais acumulados em decorrência das chuvas; limpar e conservar galerias, esgotos, canais e guias de sarjeta, além de carregar e descarregar veículos de transporte com o material removido.
Também irá executar tarefas braçais, como capinar, roçar e varrer ruas e praças, ações que são de extrema importância para eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti.
“Peço a ajuda de vocês para combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti. Nossos casos de dengue aumentaram e precisamos unir forças para combater esse terrível mosquito”, falou o prefeito Cristiano Salmeirão.

Dados
Conforme a Vigilância Epidemiológica, de janeiro até o dia 30 de maio de 2019 foram confirmados 6.365 casos positivos de dengue em Birigui, sendo que outros 99 estão em investigação.
Com relação aos óbitos por complicações da dengue, a Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Departamento Regional de Saúde de Araçatuba (DRS II), informou que mais cinco casos foram confirmados como positivo para dengue. Todos os casos acometeram idosos que já faziam tratamento para comorbidades.
Em fevereiro deste ano, duas pessoas já haviam falecido por complicações de dengue em Birigui: um homem aposentado, de 78 anos, do bairro Ivone Alves Palma, e uma mulher de 24 anos, moradora do Quemil.
Os cinco novos casos de óbito por complicações com dengue foram: Um idoso de 68 anos do bairro Jandaia, faleceu dia 1º de abril, com doenças associadas (hipertensão e diabetes); paciente de 79 anos do bairro Recanto Verde, faleceu dia 21 de abril, portador de hipertensão e problemas no fígado; paciente de 90 anos morador do Centro, faleceu dia 22 de abril, com associação de pneumonia, Alzheimer e Parkinson; paciente de 92 anos morador do São Vicente, faleceu dia 1º de maio, portador de hipertensão; e uma senhora de 63 anos, moradora do bairro Jardim Pérola, faleceu dia 6 de maio, portadora de hipertensão e diabetes.

SEMANÃO
O sucesso do projeto “Semanão da Prevenção – Todos Contra o Aedes” em cinco escolas mantidas pela Prefeitura de Birigui fez com que a administração dê continuidade nas atividades.
O projeto, que aconteceu de 6 a 10 de maio, teve como objetivo eliminar criadouros do mosquito e reduzir a incidência de casos positivos de dengue na cidade.
Alunos das escolas participantes recolheram garrafas pet, pneus, latas, garrafas, entre outros objetos que podem acumular água parada. Foram 20 toneladas de matérias recolhidos.
Quem recolhia materiais inservíveis ganhava cupons para concorrer ao sorteio de uma bicicleta e de uma caixa de som portátil.
A relação das próximas escolas participantes e as atividades da continuidade do projeto “Semanão de Prevenção” serão divulgadas em breve.

DA REDAÇÃO
Birigui

Comment here