Compartilhe esta notícia!

A campanha nacional de vacinação contra gripe termina nesta sexta-feira (31) e muitas pessoas ainda não foram tomar a vacina. No último levantamento feito pelo Departamento de Saúde de Buritama, somente 64,36% do público-alvo foram até as unidades básicas para a imunização. Durante a semana, equipes foram nas escolas de educação infantil e percorreram residências para aplicar a vacina em pessoas acamadas e idosos. A nova estatística de pessoas imunizadas será divulgada nesta quinta-feira (30) pela Divisão de Vigilâncias.
A recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), diz que a vacina de 2019 previne contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B e os subtipos mais comuns no Hemisfério Sul. Além disso, a vacina ajuda a prevenir infecções virais e bacterianas em decorrência da gripe. A 21ª edição começou no dia 10 de abril. O serviço é gratuito e oferecido das 8h às 17h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Jaime Pinto Cunha e Nicola Lavechia.

QUEM PODE VACINAR?
Crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses;
Gestantes e puérperas (mães que deram à luz há menos de 45 anos);
Idosos com mais de 60 anos;
Profissionais de saúde, professores da rede pública e privada, portadores de doenças crônicas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade.
Portadores de doenças crônicas que fazem acompanhamentos pelo SUS também tem direito à vacinação gratuita.

CIDADES
A reportagem apurou eque em várias cidades da região ainda há grupos prioritários com índices de cobertura vacinal bem abaixo do esperado, como Penápolis, Birigui, Mirandópolis e Andradina.

DA REDAÇÃO
BURITAMA


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Cidades

Veja também

Para desburocratizar atendimento ao produtor rural, Sefaz implanta o Cadastro Eletrônico

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – CAMPO GRANDE Para viabilizar a modernização cadastra…