Cidades

Termo aditivo garante continuidade de regularização fundiária de bairros

A prefeita Tamiko Inoue assinou, na tarde desta quarta-feira (20), no Auditório do Espaço da Cidadania “André Franco Montoro”, em São Paulo, o Termo Aditivo do Programa de Regularização Fundiária Urbana e Rural através do Programa Minha Terra. Desta forma, a Prefeitura de Andradina mantém parceria do programa com o Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo) com a participação das Secretarias estaduais de Justiça e Cidadania, Habitação e Desenvolvimento Regional.
Com a renovação assinada pela prefeita Tamiko Inoue, está garantida a continuidade dos trabalhos para a regularização fundiária de Paranápolis, Vila Mineira, Botega e Gavioli que vai permitir viabilizar a situação de legalidade de donos de imóveis e terrenos. “Muito feliz por garantir que as famílias possam em breve de fato ter seu registro de imóvel”, comentou Tamiko.
Tamiko estava ao lado do secretário de Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, do secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Venholi, do secretário de Habitação, Flávio Amary, do presidente da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo (Arisp), Flaviano Galhardo, diretor executivo do Itesp, Claudemir Perez, diretor adjunto, Gabriel Veiga, além de Marco Pilla que participou diretamente da assinatura do convênio enquanto diretor executivo do Itesp, e é atualmente diretor do Provias, entre outras autoridades.
Segundo explica o assessor Fabrício Mazotti todo trabalho tem importante fator social, já que para tornar o proprietário do imóvel ou terreno de forma legal, tudo é feito de forma gratuita. Participou também o secretário de Cooperação para Assuntos de Segurança Pública, o tenente-coronel Nilo Alves da Silva, e o secretário de Agricultura e Abastecimento, José Henrique Pastorelli.

Cidade Legal
Também nesta quarta, Tamiko assinou o convênio do Programa “Cidade Legal” com a Secretaria Estadual de Habitação. A habitação também é parceira e renovação permite os estudos para a legalização de novos bairros.
assinatura

DA REDAÇÃO
São Paulo

Comment here