Cidades

Assinado contrato para reforma do prédio do Banco de Alimentos

A Prefeitura de Birigui e a CEF (Caixa Econômica Federal) assinaram na manhã desta quarta-feira (19), contrato de repasse que prevê R$ 281 mil para que o Banco de Alimentos de Birigui faça reforma na estrutura de seu prédio e adquira novos equipamentos.
O Banco de Alimentos de Birigui foi selecionado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) para receber recursos financeiros para modernização do prédio. Serão repassados ao município R$ 267.140 mil. A contrapartida da prefeitura é de R$ 14.060,00.
O prefeito Cristiano Salmeirão recebeu no Paço Municipal o superintendente regional da CEF, José Paulo Gomes de Amorim, o gerente regional Gilson Paludetto e o gerente geral da agência Birigui, Flávio Suizu Yamashita.
“A Caixa foi uma grande parceira da Prefeitura de Birigui. Depois do contrato de 20 milhões de reais para melhorias das ruas da cidade, assinamos esse repasse que permitirá melhorar o nosso Banco de Alimentos”, comentou o prefeito municipal.
O Banco de Alimentos de Birigui atende na rua Saudade, próximo da avenida São Francisco. A administração municipal investirá o montante em obras de reforma da estrutura física do prédio da unidade e comprará novos equipamentos para manutenção da qualidade dos alimentos.
Segundo a diretora do Departamento de Agronegócios e Segurança Alimentar, Regina Biancolin, entre as melhorias no prédio a troca do telhado será uma prioridade, já que é necessário isolamento térmico para armazenamento dos alimentos.
Também será prioridade a compra de um contêiner refrigerado, que funciona como uma câmera fria, porém com volume maior para armazenar hortifrúti em geral.

NÚMEROS
O Banco de Alimentos de Birigui atende 14 entidades socioassistenciais do município, garantindo alimentação saudável para aproximadamente 2.500 pessoas em situação de pobreza e vulnerabilidade social.
O Banco de Alimentos foi criado para combater o desperdício e dar oportunidade a entidades de ter acesso a mantimentos, na perspectiva do Direito Humano à Alimentação Adequada.

DA REDAÇÃO
Birigui

Comment here