Compartilhe esta notícia!

Três cidades da região obtiveram, ontem, a confirmação de profissionais que vão atuar na saúde básica pelo novo edital do programa federal Mais Médicos. De acordo com o Ministério da Saúde, Araçatuba teve preenchido e efetivado três médicos, enquanto Santo Antônio do Aracanguá e Castilho, um para cada cidade. Em todo o Brasil, foram 224 que já se apresentaram às UBSs (Unidades Básicas de Saúde).
Segundo o governo federal, eles já estão trabalhando. No entanto, não há confirmação se todos são brasileiros. Sabe-se que têm registro do CRM (Conselho Regional de Medicina) ou passaram pela aprovação do Revalida – o exame nacional que reconhece diplomas estrangeiros de medicina.
Este edital foi direcionado a brasileiros e a médicos com certificados revalidados. E foi aberto para o preenchimento de 8.517 vagas na atenção básica de 2.824 municípios e 34 distritos indígenas que, antes, tinham atendimento pelo acordo de Brasil com Cuba, encerrado após o país caribenho não aceitar proposta de revisão da cooperação anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).
O Ministério da Saúde informou que 97,2% das vagas ofertadas em novo edital foram preenchidas. De acordo com a pasta, até as 12h de ontem, 8.278 profissionais já estavam alocados em municípios para atuação imediata.
Ainda segundo a pasta, a apresentação dos médicos e a entrega de documentos previstos no edital deve ser feita até 14 de dezembro. Até a última sexta-feira, 40 profissionais haviam se apresentado às unidades básicas de saúde.
O salário é de R$ 11.800. Podem se candidatar às vagas os médicos brasileiros com CRM brasileiro ou com diploma revalidado. As inscrições vão até o dia 7 de dezembro pelo site http://maismedicos.gov.br/, que chegou a apresentar instabilidade nos primeiros dias de abertura para cadastramento.
Araçatuba contava com 23 profissionais de Cuba, que prestavam atendimento na rede municipal de saúde. Conforme O LIBERAL REGIONAL noticiou no último domingo, oito deles vão tentar o Revalida. A atenção básica, na cidade, conta ainda com outros 33 médicos, todos de organização social terceirizada pelo município.
“O edital é a medida emergencial adotada pelo governo brasileiro para garantir a assistência em locais que contavam com profissionais de Cuba, após o comunicado da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no qual o governo cubano informa que encerrou a cooperação no Programa Mais Médicos”, informou o ministério.

ARNON GOMES
Araçatuba


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Cidades

Veja também

Abertas inscrições para o concurso de presépios

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA Você montou um presépio ou está pens…