CidadesPlantão Policial

ADOLESCENTE MORRE E VENDEDOR É BALEADO EM NOITE VIOLENTA

A noite de domingo (29) foi marcada por violência em Araçatuba. Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros no bairro Rosele e um vendedor, de 26, levou três tiros em uma rua do Conjunto Habitacional João Batista Botelho. Nos dois casos, os autores conseguiram fugir e até o fechamento desta edição não tinham sido localizados.

O primeiro caso aconteceu por volta das 18h, na rua Rubem Berta, bairro Rosele, zona norte do município. De acordo com informações do boletim de ocorrência, o adolescente, identificado pelas iniciais K.N.I., de 17 anos, estava na calçada quando foi alvejado por pelo menos três tiros na região do tórax.

O menor foi socorrido ainda com  vida e levado até o pronto-socorro da Santa Casa. Alguns minutos depois, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. No bolso da bermuda que o jovem vestia foi encontrada uma sacola plástica contendo 34 pinos com cocaína.

Policiais militares foram chamados até o local do assassinato e não localizaram nenhuma testemunha que possa ter presenciado o crime. Os tiros atingiram também o portão de um vizinho. Os autores conseguiram fugir. O endereço foi isolado para o trabalho da perícia técnica.

Os peritos encontraram cápsulas de calibre 80 no asfalto e apreenderam os objetos. Um laudo deverá ficar pronto em alguns dias para auxiliar a Polícia Civil nas investigações, já que um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações. O corpo do adolescente foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. Depois, foi liberado para o velório e o sepultamento.

HORAS DEPOIS

Aproximadamente cinco horas depois, uma tentativa de homicídio foi registrada na rua Eleno de Souza, no Conjunto Habitacional João Batista Botelho, em Araçatuba. Dessa vez, um vendedor de 26 anos foi atingido por dois tiros no abdômen e um tiro de raspão nas costas.

Quando os policiais foram acionados para atender a ocorrência conseguiram conversar com a vítima, enquanto ela era socorrida por uma equipe do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência). O rapaz contou que estava em uma lanchonete perto da casa onde mora, quando viu a aproximação de uma motocicleta ocupada por dois indivíduos desconhecidos.

Sem ter como reagir, o vendedor foi atingido pelos disparos à queima roupa. Em seguida, os criminosos fugiram e até agora ainda não foram encontrados. No local, a perícia técnica também apreendeu algumas cápsulas, mas o calibre não foi divulgado no boletim de ocorrência.

Equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) estiveram no endereço colhendo informações que podem ajudar nas investigações. A polícia quer saber se existe algum tipo de relação entre os crimes.

O rapaz continua internado na Santa Casa. De acordo com informações do último boletim médico, o paciente passou por cirurgia durante a segunda-feira (30) e o estado de saúde era considerado estável.

Comment here