Funileiro é assassinado a tiros na zona norte de Araçatuba

Araçatuba registrou mais um assassinato. Dessa vez, a vítima, identificada pelas iniciais O.S.C, funileiro, de 56 anos, morador no bairro Vilela, zona norte do município. O homem foi atingido por dois disparos de arma de fogo, chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O crime ainda é um mistério para os investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), que já começaram a investigar o homicídio. De acordo com o que foi registrado no boletim de ocorrência, o caso aconteceu por volta das 23h30 na Rua Antonio dos Santos Ribeiro.

A filha da vítima, de 32 anos, estava no interior da residência e o pai do lado de fora. Ela ouviu diversos disparos e o barulho de um carro acelerando. Quando foi ver o que estava acontecendo já encontrou o homem caído no meio da via pública. Com a ajuda de um primo, ela conseguiu socorrê-lo e leva-lo de carro até o pronto-socorro da Santa Casa.

O funileiro chegou ainda com vida à unidade hospitalar, em estado gravíssimo, mas alguns minutos depois não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo as equipes médicas que o atenderam, foram pelo menos dois disparos que atingiram o tórax e a cabeça.

O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame necroscópico. O laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações. O local do assassinato foi isolado para o trabalho da perícia técnica.

Policiais militares compareceram até o hospital para colher o depoimento da testemunha e registrar a ocorrência. Ela informou ainda que o pai era usuário de entorpecentes, mas que não tinha inimigos. Nas roupas do homem, a polícia encontrou um pino contendo cocaína. O objeto foi apreendido e fará parte das investigações.

Até o fechamento desta edição ainda não existiam informações sobre os suspeitos do homicídio. Um inquérito foi aberto pelo terceiro distrito policial do município para dar andamento às apurações do caso.

você pode gostar também