SP: João Doria vence nas maiores cidades da região

O resultado da eleição para governador de São Paulo confirmou a tendência de segundo turno após 16 anos, indicada pelas pesquisas, mas com um cenário pouco provável até então. O adversário de João Doria (PSDB), vencedor do primeiro turno com 6.431.555 votos (31,77%), será o atual governador, Márcio França (PSB). O socialista garantiu sua vaga na fase final da eleição paulista numa disputa acirrada com o postulante do MDB, Paulo Skaf, praticamente, até a última contagem. No final, França teve 21,53%, enquanto o emedebista, 21,09%.
O LIBERAL REGIONAL apurou que, entre as quatro maiores cidades da região de Araçatuba, Doria venceu em três: Araçatuba (com 34,92%), Birigui (34,10%) e Andradina (32,26%). Das mais populosas, apenas em Penápolis, França foi o mais votado. Lá, ele obteve 37,79% da preferência do eleitorado. Se em Araçatuba, Doria pode ter contado com o prefeito Dilador Borges (PSDB) como principal cabo eleitoral e, em Andradina, o candidato a deputado federal Marco Pilla, em Penápolis, França também teve um apoio de peso. Em Penápolis, o candidato do PSB pode ter sido beneficiado por uma forte campanha feita pelo prefeito Célio de Oliveira, que foi expulso do PSDB após declarar apoio ao candidato do PSB pelo fato de o governador ter anunciado a criação do AME Cirúrgico.
França, que, após assumir o Estado com a renúncia de Geraldo Alckmin (PSDB) para concorrer à Presidência, visitou a região duas vezes neste ano para anunciar a liberação de recursos, foi o mais votado em algumas cidades de médio e pequeno porte, como Mirandópolis, Lavínia, Brejo Alegre, Bento de Abreu, Guaraçaí e Clementina, esta reduto político do líder de seu partido na região, o sindicalista José Avelino Pereira, o Chinelo.
Doria, que foi o único entre os candidatos com mais chances a visitar a Araçatuba durante a campanha, venceu na maioria das cidades, muitas delas seguido por Skaf. Ao longo de toda a campanha, pesquisas de intenções de votos apontavam o candidato do MDB empatado tecnicamente com Doria na liderança. Apesar de ter terminado em quarto lugar, o candidato do PT, Luiz Marinho venceu em duas cidades regionais: Castilho, com 29,44% e Itapura, 33,49%.

SENADO
O resultado da corrida para o Senado também contrariou projeções dos principais institutos de pesquisas que, do início da campanha até o sábado passado, véspera da eleição, indicavam a vitória de Eduardo Suplicy (PT) para a primeira vaga. No entanto, esta posição ficou com o candidato Major Olímpio (PSL) – 9.039.717 votos, ou 25,91% do total válido. A segunda vaga para o Senado por São Paulo foi para Mara Gabrilli (PSDB). Ela obteve 6.513.282 votos, o equivalente a 18,59% da votação válida.
Com isso, Suplicy, que ocupou cadeira no Senado por 24 anos, não conseguiu retomar o posto. Ele conquistou 4.667.565 votos – 13,32%. Nas quatro maiores cidades da região, o eleitorado acompanhou a tendência observada para as duas cadeiras daquela casa do Congresso Nacional.

ARNON GOMES
Araçatuba

você pode gostar também