Jovem cai no golpe do falso empréstimo e perde mais de R$ 300

Uma auxiliar de limpeza de 25 anos caiu no golpe do falso empréstimo e perdeu mais de R$ 300 em Araçatuba. Ela registrou um boletim de ocorrência na Central de Flagrantes na tarde de quinta-feira (04). Esse foi o segundo caso parecido no município nos últimos dias.

De acordo com informações da declarante, ela viu uma postagem em uma rede social na internet sobre empréstimo. Interessada no anúncio, a vítima deixou o seu número telefônico no comentário e aguardou que o representante da suposta empresa entrasse em contato com ela.

Passadas algumas horas, um homem identificado como ‘Augusto’ mandou uma mensagem para a mulher por meio de um aplicativo de mensagens no celular. Os dois passaram a conversar e a fazer a negociação. A auxiliar requisitou um empréstimo no valor de R$ 800,00.

O estelionatário informou que para que o negócio fosse fechado e valor depositado na conta, a vítima precisava fazer um depósito de R$ 380,00 em uma casa lotérica mais próxima. O empréstimo seria depositado no mesmo dia, assim que ela fizesse a transação bancária.

Sem desconfiar de nada até então, a mulher foi até uma casa lotérica e fez o depósito. Passados alguns dias, ela percebeu por meio do extrato bancário que não havia caído nenhum empréstimo na conta bancária. Ela ligou para o golpista e o mesmo informou que a operação não havia sido concluída, já que o score dela estava baixo. Para que o processo fosse efetivado, ela deveria depositar mais R$ 500,00.

A partir desse momento, ela passou a desconfiar que estava caindo em um golpe e decidiu procurar a delegacia para registrar o boletim de ocorrência. A Polícia Civil decidiu abrir inquérito pelo quarto distrito policial do município para dar andamento às investigações sobre o caso. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito havia sido identificado.

CASO PARECIDO

Na última segunda-feira (01),  um escriturária de 51 anos também caiu no golpe do falso empréstimo em Araçatuba. Ela solicitou um empréstimo no valor de seis mil reais, que deveria ser liberado no mesmo dia, por meio de um site de uma financiadora. Sem desconfiar de nada até então, a mulher aguardou o dinheiro cair em sua conta.

Aproximadamente 20 minutos depois de efetivar a transação no site, ela recebeu uma mensagem por um aplicativo de mensagens de um homem identificado como ‘Frederico’. O suspeito disse à declarante que precisaria do depósito de 10% do valor, ou seja, R$ 600,00 para que o depósito fosse efetivado.

A escriturária foi até uma agência bancária e fez o que o estelionatário disse. Algum tempo depois, a vítima recebeu outra mensagem, dessa vez o golpista pedia mais R$ 550,00 para que o valor estivesse na conta. Ela também acreditou na palavra do criminoso e realizou o segundo depósito, totalizando um prejuízo de R$ 1.150,00.

Dez dias se passaram e o valor do empréstimo ainda não havia caído. Desconfiada, a mulher ligou novamente para o golpista e o mesmo informou que precisaria de mais R$ 800,00, já que o nome dela estaria restrito junto à Receita Federal. Ela foi até a o local para verificar a real situação e lá descobriu que não havia nenhum tipo de restrição. Foi a partir desse momento que a escriturária percebeu que havia caído em um golpe. A Polícia Civil também investiga o caso.

você pode gostar também