Homem morre atropelado em vicinal de Guararapes

O fim de semana foi marcado por violência no trânsito na região. Em Guararapes, um motorista de 45 anos morreu depois de ser atropelado na vicinal Tenente Rio Branco, próximo à rodovia Marechal Rondon (SP-300). Em menos de um mês, esse foi o segundo atropelamento na mesma via.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o atropelamento aconteceu na noite de domingo (30). A condutora do automóvel Toyota/Etios, uma aposentada de 58 anos, seguia no sentido a rodovia Marechal Rondon, quando não conseguiu frear a tempo e acabou atropelando o homem.

Segundo relato da mulher, a vítima estaria sentada no meio da estrada. O corpo de Francisco da Silva foi parar debaixo do veículo. Equipes da Polícia Rodoviária Estadual, Militar e uma ambulância da concessionária que administra a rodovia chegaram a ser acionadas. Os socorristas já constataram a morte do motorista ainda no local do atropelamento.

A área foi isolada para o trabalho da perícia técnica e o trânsito parcialmente interrompido. Um laudo deverá sair em até 30 dias que deverá auxiliar nas investigações. A aposentada teve que ser socorrida em estado de choque até a Santa Casa do município. Ela passou por atendimento médico, foi medicada e liberada algumas horas depois.

O corpo de Silva foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) e passou por exame necroscópico. O resultado também deve sair nos próximos dias. Depois, o corpo foi liberado para o velório e sepultamento. A Polícia Civil de Guararapes abriu inquérito para dar continuidade às investigações.

SEGUNDA VEZ

Em menos de um mês, esse foi o segundo atropelamento registrado na vicinal Tenente Rio Branco, em Guararapes. No último dia 16 de setembro, dois menores caminhavam pela estrada também durante uma noite de domingo ao voltarem de uma pescaria quando uma gestante, que estava em uma motocicleta, não conseguiu frear a tempo e acabou atropelando os dois adolescentes.

Um dos menores caiu e foi atropelado pela segunda vez por outro veículo que seguia no mesmo sentido. Tanto os jovens quanto a gestante sofreram ferimentos e foram socorridos por ambulâncias do município. Pela gravidade dos ferimentos, eles tiveram que ser transferidos ainda durante a noite para a Santa Casa de Araçatuba, onde permaneceram internados.

O motorista do carro não teve nenhum ferimento. Ele permaneceu no local do atropelamento e ajudou no socorro às vítimas. A Polícia Civil também abriu inquérito para investigar o caso.

você pode gostar também