Assaltantes aterrorizam família, ameaçam sequestrar vítima e fogem levando dinheiro e joias

A violência da cidade grande chegando ao interior de São Paulo. Um assalto levou pânico e terror a toda uma família na noite de quinta-feira (27), em Araçatuba. O crime aconteceu no bairro Nova Iorque. Criminosos armados com revólveres invadiram uma residência, fizeram diversas pessoas reféns, ameaçaram sequestrar um dos sobrinhos do morador da casa e fugiram levando dinheiro, joias, um veículo, além de documentos pessoais e cartões bancários.

O crime só foi registrado na Central de Flagrantes do município na manhã de sexta-feira (28). De acordo com o boletim de ocorrência, o crime começou quando um jovem de 23 anos saiu de casa para ir até a faculdade. No momento que ele abriu o portão percebeu que havia um indivíduo escondido atrás de um carro. Percebendo que poderia tratar-se de um assalto, o rapaz conseguiu fechar o portão e tentou acelerar o veículo, mas não conseguiu. Nesse momento, outros dois bandidos entraram no carro e anunciaram o assalto.

A vítima foi obrigada a abrir as portas do imóvel para os criminosos. Lá dentro, estavam a mãe do rapaz, algumas amigas dela e os sobrinhos do jovem. Todos foram rendidos e feitos reféns. Alterados, os assaltantes ordenaram que todos deitassem no chão da sala e faziam ameaças, querendo objetos de valor.

A proprietária da casa, de 60 anos, levou um dos suspeitos até o quarto. Lá, havia um cofre. O trio até tentou levar o objeto, mas desistiu por conta do peso. Durante o assalto, o marido da mulher, um empresário de 66 anos chegou. Ele também foi rendido e chegou a ser agredido por uma coronhada na cabeça.

A todo o instante, as vítimas tentavam acalmar os bandidos. Eles levaram mil reais em dinheiro, joias, documentos pessoais e cartões bancários. Na expectativa de conseguirem mais dinheiro, os autores chegaram a ameaçar sequestrar uma das vítimas, mas desistiram da ideia. Antes da fuga, eles trancaram todos em um quarto. Apesar do susto, nenhuma vítima ficou ferida na ação.

FUGA DESASTRADA

Na fuga, os indiciados usaram o veículo Toyota/Corolla da família. Por conta do automóvel ser automático, eles não souberam conduzi-lo e colidiram em uma parede da casa. Foi então que os três obrigaram o jovem de 23 anos a entrar no carro e os acompanhar por mais um quarteirão, até ser abandonado.

Policiais militares foram acionados para o atendimento da ocorrência, chegaram a fazer patrulhamento nas imediações, mas nenhum suspeito do crime foi encontrado.

O carro só foi localizado ontem de manhã, cerca de 12 horas depois do assalto em uma rua da cidade. O automóvel foi devolvido aos donos. A Polícia Civil abriu um inquérito pelo primeiro distrito policial do município para dar andamento às investigações.

você pode gostar também