PILLA MOSTRA TRABALHO PARA CONVENCER O ELEITOR

O ex-diretor-executivo do Itesp, Marco Pilla (funcionário de carreira da fundação) é natural de Andradina e nesta quarta-feira esteve em Araçatuba para contatos políticos. Para convencer o eleitor, Pilla mostra o seu trabalho como gestor público e conhecer dos problemas fundiários paulistas, tanto na zna urbana como rural. “Não fui apenas um gestor. Tive efetividade no cargo, propondo solução para problemas de décadas”, conta Pilla, referindo-se a leis para solução de confliuto agrário e para estímulo ao produtor familiar. Além disso, Pilla destaca a importância da região ter representantes na Assembleia Lgislativa e na Câmara Federal.

Formado em técnico agrícola e posteriormente direito, Marco Pilla começou no Itesp como técnico de campo. Na segunda metade da década de 1990, chegou a Andradina, sua terra natal, com a missão de dar assistência a vários assentamentos. Depois, teve a missão de fazer avaliações de produtividade. “Comecei no campo, vivenciando os problemas do cotidiano dos pequenos produtores”, conta o agora candidato.

Quando assumiu a diretoria-executiva do Itesp, Pilla teve a dimensão da responsabilidade. Sabia que muito esperavam dele exatamente por conhecer os problemas existentes. Ele não recuoou ou se escondeu atrás do cargo. Levou ao governador Geraldo Alckmin a proposta de regularização fundiária das propriedades com até 30 módulos rurais no Pontal do Paranapanema. A lei foi aprovada e a iniciativa um sucesso, pois deu segurança jurídica aos proprietários. O programa de regularização fundiária foi levado para outras regiões do estado.

Por iniciativa de Pìlla, São Paulo implantou o Programa Paulista de Agricultura de Interesse Social (Ppais) e posteriormente o Ppais-Leite. Por meio destes programas, produtores da agricultura familiar podem vender diretamente para órgãos do governo do Estado. Isso garante aproximadamente R$ 20 milhões de recursos injetados na agricultura familiar. Também propôs mudanças nos assentamentos, com os filhos podendo ser parceiros dos pais e obter crédidos do Pronaf. Marco Pilla orgulha-se, também, de atuar na regularização de loteamentos de dezenas de cidades. “Com este trabalho, milhares de famílias estão conseguindo regularizar os seus lotes”, disse Pilla, enaltecendo o apoio que sempre teve do ex-governador Geraldo Alckmin em suas iniciativas. Pilla atuou na elaboração do plano de governo de Alckmin para o setor agrário.

Na sua proposta de trabalho, Pilla disse que quer fortalecer a produção agropecuária, ampliar o trabalho público de regularização dos lotes urbanos, atuar para acabar com a guerra fiscal entre estados, fortalecimento de cooperativas e outros.

“Marco Pilla é um administrador empreendedor e criativo.À frente da Fundação Itesp, propôs novas políticas públicas, que destravaram a regularização fundiária rural no Estado e São Paulo, criando segurança jurídica e permitindo a abertura de novos investimentos no interior. Apoiado por um competente copo técnico, também sugeriu e transformou em realidade açõesem benefício dos agricultores paulistas”, disse o então governador Geraldo Alckmin no prefácio do livro “Bastidores das políticas agrária e fundiária paulistas”, escrito por Pilla.

Antônio Crispim

você pode gostar também