POLÍCIA APREENDE MAIS DE 500 PORÇÕES DE MACONHA EM ARAÇATUBA

As polícias Civil e Militar de Araçatuba apreenderam mais de 500 porções de maconha em duas ocorrências distintas no município durante a noite de sexta-feira (17). Um dos acusados é suspeito de ser um dos chefes do tráfico de drogas do bairro Água Branca 3. Ele conseguiu fugir.

O primeiro caso aconteceu na rua Aristides Torres, no bairro Água Branca. Policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) receberam denúncia anônima há cerca de uma semana informando que um desempregado de 23 anos seria o responsável pela comercialização de entorpecentes nas imediações.

Diante dessas informações, as equipes decidiram ir até o endereço para verificar a veracidade da denúncia. Chegando lá, os policiais viram o suspeito no meio da rua. Ao avistar a viatura, ele conseguiu fugir pelos fundos do imóvel e até o fechamento desta edição não havia sido localizado. A denúncia dava conta ainda que a droga ficava escondida em um pátio.

Os policiais decidiram fazer uma vistoria e encontraram, nos fundos do imóvel, uma grande área. Nela foram localizados mais de cinco mil pinos vazios, os mesmo utilizados para acondicionar cocaína e 520 porções de maconhas enterradas em um buraco. Todos os objetos foram apreendidos e levados até a Central de Flagrantes, onde passariam por perícia técnica.

Um inquérito foi aberto, já que o suspeito de ser o dono de todos os entorpecentes não foi localizado. A partir de agora, a Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) vai continuar investigando o caso.

POLÍCIA MILITAR
Ainda durante a noite de sexta-feira, uma equipe da Rocam (Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas) faziam patrulhamento de rotina pela Avenida Dois de Dezembro, no bairro Jardim Primavera, na zona norte, quando viram um auxiliar de serviços gerais de 18 anos saindo de dentro de um terreno baldio.

A atitude do rapaz chamou a atenção das equipes, que decidiram fazer a abordagem. Antes de ser abordado, o jovem jogou um embrulho suspeito em cima do muro de outro imóvel. Os PMs viram a ação e perguntaram o que era, mas o autor nada disse. Na revista pessoal nenhum objeto de ilícito foi localizado, mas ao entrarem na casa com a autorização dos proprietários eles acabaram encontrando diversas porções de maconha.

Diante da situação, o indiciado acabou confessando que na residência dele havia mais entorpecente. No total, a polícia encontrou 34 porções de maconha. O auxiliar foi levado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O delegado plantonista decidiu manter a prisão e deixá-lo à disposição da Justiça.

Vittor Moretti

você pode gostar também