TSE AINDA NÃO TEM DATA PARA JULGAMENTO DO PROCESSO DA PREFEITA

O Tribunal Superior Eleitoral adiou mais uma vez o julgamento que pode, na prática, representar a cassação da prefeita de Mirandópolis, Regina Mustafa (PV) e do vice-prefeito, José Antônio Rodrigues (SD). O julgamento estava marcado para terça-feira (7), mas devido ao pedido de vistas do ministro Admar Gonzaga, foi adiado.
O Ministério Público Eleitoral pede a cassação da prefeita e do vice por entender que José Antônio Rodrigues, na época da eleição, estava inelegível devido aos problemas apontados pelo Tribunal de Contas do Estado. Por isso, o MP pede a cassação da chapa completa – prefeita e vice.
Na sessão de terça-feira o TSE julgaria um recurso de José Antônio. O relator, ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, deu parecer pelo não provimento do recurso do vice-prefeito e foi acompanhado pelos ministros Rosa Weber e Luiz Fux. Já o ministro Napoleão Nunes Maia Filho teve entendimento contrário e favorável ao recurso de José Antônio Rodrigues.
Com o pedido de vista do ministro Admar Gonzaga, o processo não chegou a ser julgado. Não tem data para o processo voltar à pauta de julgamentos.

DA REDAÇÃO
Mirandópolis

você pode gostar também