HOMEM É PRESO APÓS AGREDIR A MULHER E JOGAR RECÉM-NASCIDO NO SOFÁ

O fim de semana foi marcado por violência contra a mulher em Araçatuba. Dois casos do tipo foram registrados no município em um intervalo de aproximadamente 30 minutos na noite de domingo (05). Em um dos casos, um recém-nascido, de apenas dez dias, foi arremessado no sofá pelo pai, que ainda agrediu a esposa com socos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o primeiro crime aconteceu no apartamento do casal, localizada em uma rua do Conjunto Habitacional Claudionor Cinti. A vítima, uma açougueira de 40 anos estava no imóvel, cuidando do filho de apenas dez meses de vida enquanto o convivente, um motoboy de 40 anos, ainda não havia chegado, já que encontrava-se em um bar ingerindo bebida alcóolica.

O suspeito já possui um histórico de agressões contra a mulher, tanto que ela chegou a pedir a separação, mas por medo das constantes brigas, decidiu continuar com o autor. No início da noite de domingo, o homem voltou ao apartamento, segundo a polícia, com sinais de embriaguez. Ele e a companheira tiveram uma nova discussão e nesse momento começaram as agressões.

A vítima foi atingida por socos na região da cabeça e da nuca. Ela estava com os filhos nos braços, momento em que o indiciado tirou a criança dela e a arremessou no sofá da sala. O espancamento continuou por mais alguns minutos, até que a declarante conseguiu pegar o telefone e ligar para o 190, da Polícia Militar.

Algum tempo depois, uma viatura da PM, que fazia patrulhamento nas imediações chegou ao endereço e ouviu as partes. Eles constataram as lesões sofridas pela mulher. Apesar disso, ela não precisou passar por atendimento médico e foi orientada a comparecer no IML (Instituto Médico Legal) para passar por exame de corpo de delito. O bebê nada sofreu.

Os policiais deram voz de prisão ao motoboy e o encaminharam até a Central de Flagrantes, onde ele prestou depoimento. O delegado plantonista decidiu manter o flagrante por violência doméstica, vias de fato e lesão corporal e deixá-lo à disposição da Justiça. A esposa do suspeito representou criminalmente contra ele e requisitou medida protetiva com caráter de urgência, para que o convivente não se aproxime mais dela. Um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações sobre o caso.

OUTRA PRISÃO

Ainda na noite de domingo, um pintor de 46 anos foi preso em flagrante depois de descumprir uma medida protetiva existente contra ele pela ex-mulher, uma dona de casa de 35 anos. Desde que foi agredida com golpes de facão pelo indiciado, a vítima mora com um tio, no bairro Jardim Umuarama.

Acontece que depois de sair da cadeia, o homem voltou a procurá-la e tentou, de todas as maneiras, invadir o imóvel. Percebendo a ação, a dona de casa conseguiu chamar a polícia, que esteve no local em poucos minutos. Diante da situação, os PMs prenderam o pintor e o encaminharam até a Central de Flagrantes, onde continuou preso à disposição da Justiça por violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

você pode gostar também