PARTE DOS MÉDICOS RETOMA ATENDIMENTO APÓS 12 DIAS DE GREVE EM GUARARAPES

Médicos que trabalham no plantão à distância nos setores de clínica e radiologia na Santa Casa de Guararapes retomam, hoje, o atendimento após 12 dias de paralisação por causa de atrasos salariais que chegam a quatro meses.
A volta imediata dos profissionais, com a garantia de que em até dez dias terão seus salários atrasados quitados, ficou acertada ontem de manhã, durante reunião do prefeito Tarek Dargham (PR) com o vice-prefeito Alex Arruda (PTB), o presidente da Câmara, Célio Aparecido Rodrigues (PSD), o provedor da Santa Casa, Marcos Takashi Sabane, o administrador do hospital, Daniel Cunha, e três médicos.
A medida foi o primeiro passo para acabar com a greve iniciada no último dia 1º. De acordo com a assessoria da irmandade, as internações via SUS (Sistema Único de Saúde) e os serviços de raio x estavam paralisados.
No entanto, outros cinco médicos que realizam cirurgias mantêm a paralisação. Em nota, a Prefeitura informou que, na próxima semana, Tarek irá se reunir com eles para chegar a um acerto. “Na próxima semana, uma nova reunião deve acontecer com os especialistas de ortopedia, obstetrícia, anestesiologia e cirurgia geral para que voltem a atender normalmente, já com uma data certa para receberem seus salários atrasados”, diz a assessoria do hospital.
Os médicos paralisaram as atividades porque não receberam os pagamentos de janeiro, fevereiro, março e maio. Juntos, todos os vencimentos em atraso chegavam a cerca de R$ 300 mil. O LIBERAL REGIONAL apurou que o acordo com os profissionais de radiologia e clínica foi possível porque o prefeito conseguiu a liberação de uma verba de R$ 100 mil do governo federal destinada à saúde, resultante de emenda parlamentar.
Apesar de prever uma reunião com os outros profissionais para semana que vem, ainda não se sabe, ao certo, qual será a origem dos recursos para pagamento do que falta. A Prefeitura informou, ainda ontem, que não irá intervir na Santa Casa como sugeriu o Estado, na semana passada.
Durante a greve, estava mantido apenas o atendimento de urgência e emergência feito pelo pronto-socorro 24h, sem qualquer prejuízo para a população. A Santa Casa é referência para moradores de Guararapes, Rubiácea e Bento de Abreu. Seu PS atende, em média, cinco mil pessoas por mês.

ARNON GOMES
Guararapes

você pode gostar também