JOVEM É PRESO COM DROGAS E REVELA QUE TIA O MANDAVA TRAFICAR

Um desempregado de 19 anos foi preso em flagrante na noite de quinta-feira (12) com diversos pinos contendo cocaína. O rapaz alegou que comercializava os entorpecentes a mando de sua tia. O caso ocorreu no bairro São José, zona norte de Araçatuba.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais militares da Força Tática faziam patrulhamento de rotina quando receberam uma denúncia anônima informando que o suspeito estaria traficando drogas na Avenida Água Funda, bem em frente a um bar, e que o mesmo escondia os pinos com cocaína em um terreno baldio, ao lado.

Diante das informações, os policiais dirigiram-se ao endereço para averiguar a veracidade dos fatos. Chegando lá, os PMs localizaram o homem  na calçada, em frente ao bar. Ele foi abordado e revistado. Durante a revista, os policiais localizaram um maço de cigarros no bolso da calça do investigado com três pinos contendo cocaína. Além disso, as equipes também encontraram R$ 212 em dinheiro, em notas trocadas.

O indiciado, em um primeiro momento, permaneceu calado a respeito da procedência do entorpecente e do dinheiro. Alguns minutos depois, o desempregado acabou revelando que os objetos pertenciam a tia dele. A polícia decidiu fazer uma vistoria no terreno ao lado de onde o homem foi encontrado.

Nas buscas, mais 16 pinos do mesmo entorpecente foram apreendidos. Enquanto a ocorrência era registrada, a tia do rapaz chegou. Ela autorizou a entrada dos policiais na residência em que mora e alguns minutos depois o autor revelou que havia mais dois pinos com cocaína, além de R$ 340 em dinheiro escondidos dentro de uma mala, no quarto da mulher.

Os produtos também foram apreendidos, mas a proprietária do imóvel disse desconhecer a procedência deles. Com as evidências, os dois foram encaminhados até a Central de Flagrantes, onde prestaram depoimento. Os investigadores descobriram que o suspeito já tinha passagens criminais por tráfico de drogas.

O delegado plantonista manteve a prisão dele em flagrante e decidiu liberar a tia, por falta de provas de que ela também tinha algum tipo de participação no tráfico. O indiciado passou por audiência de custódia na manha de sexta-feira (13) no Fórum do município e depois acabou sendo transferido para a cadeia pública de Penápolis, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região.

A Polícia Civil abriu inquérito pelo terceiro distrito policial do município e encaminhou as drogas apreendidas para perícia técnica. Um laudo deverá ficar pronto nos próximos dias.

você pode gostar também