APOSENTADA DESCONFIA DE ‘FALSO’ AGENTE DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA E EVITA CRIME

A Polícia Civil de Araçatuba investiga uma tentativa de crime contra uma aposentada de 84 anos, no Jardim Sumaré. Um indivíduo desconhecido se passou por funcionário da Vigilância Sanitária do município e tentou conseguir dados da conta bancária da declarante, além dos dados pessoais.

A vítima procurou a Central de Flagrantes na terça-feira (10) para registrar um boletim de ocorrência. Ela contou em depoimento aos investigadores que estava na residência em que mora quando o suspeito tocou a campainha. A idosa foi verificar quem era quando foi surpreendida pelo suspeito.

Ele contou que trabalhava na prefeitura e estava ali para verificar o quintal do imóvel. Mesmo assim, a mulher se negou a abrir o portão, já que estava desconfiada. Percebendo que não estava conseguindo o que queria, o autor disse que também estava fazendo o cadastro dos aposentados para o recebimento de medicamentos de graça. Caso a mulher não quisesse fazer a opção de receber os remédios, ela poderia receber o valor direto na conta.

O criminoso pediu os dados bancários da aposentada, mas ela não repassou, assim como os dados pessoais. O homem foi embora na sequência e até o fechamento desta edição não havia sido identificado. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso pelo segundo distrito policial do município.

CUIDADO

A Prefeitura informou, por meio de nota, que todos os seus servidores são identificados com crachás, que devem ser portados durante todo o período de trabalho. Este tipo de abordagem pode ser feita somente por três grupos de servidores. “Os agentes da Vigilância Sanitária, por exemplo, além de portar o crachá devem, ainda, apresentar uma carteira preta que possui o brasão de identificação do órgão com identificação pessoal do portador”, destacou.

Ainda segundo a administração municipal, também podem, eventualmente, irem às residências os agentes de controle de endemias e os agentes comunitários de Saúde, que além do crachá, ainda possuem uniformes específicos com brasão do órgão que representam.

 

você pode gostar também