GREVE DE MÉDICOS DA SANTA CASA ESTÁ PRÓXIMA DO TÉRMINO

A paralisação dos nove médicos do Plantão à Distância da Santa Casa de Misericórdia de Guararapes deve acabar no começo da próxima semana. A informação foi dada ontem (6) pelo provedor do hospital, Marcos Takashi Sabane, ao anunciar já ter conseguido o montante de R$ 300 mil, necessário para saldar os salários atrasados dos profissionais.

Os médicos decidiram suspender a prestação dos seus serviços porque estavam sem receber os salários de janeiro, fevereiro, março e maio. A folha de abril fora paga porque a Câmara Municipal requereu ao prefeito Tarek Dargham destinar a sobra do duodécimo legislativo (dinheiro usado para o custeio da Câmara) para a Santa Casa.

De acordo com Marcos Sabane, verbas emergenciais autorizadas pelos governos estadual e federal, que devem ser liberadas até terça-feira, mais um recurso próprio do hospital, serão usados para saldar os quatro salários atrasados dos médicos e, assim, ele espera que os profissionais retornem ao trabalho, retomando e atualizando as cirurgias e o serviço de internação pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Os médicos iniciaram a greve domingo passado (1º), suspendendo assim a realização das cirurgias eletivas e a internação dos pacientes do sistema público de saúde. O atendimento no Pronto Socorro 24h não foi afetado, porque o serviço é custeado integralmente pelo município.

“Embora essa greve possa ter um fim na próxima semana, precisamos encontrar um meio para elevar a nossa receita mensal, em pelo menos R$ 100 mil, para que a Santa Casa passe a ter um orçamento equilibrado e a direção não tenha que sofrer todo mês com novos riscos de atrasos nos salários dos médicos e demais colaboradores”, frisou o provedor do hospital.

Da Redação

você pode gostar também