SAÚDE E EDUCAÇÃO INAUGURAM O CENTRO DE APOIO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO E MULTIDISCIPLINAR

As secretarias municipais de Educação e de Saúde, com apoio da Assistência Social, inauguraram, nesta sexta-feira (29), o Caema (Centro de Apoio Educacional Especializado e Multidisciplinar) – serviço com foco no atendimento de alunos da rede municipal com deficiência intelectual, visual, auditiva, transtornos de desenvolvimento e dificuldade de aprendizagem, bem como crianças com transtornos mentais ou com altas habilidades.
A proposta de criação do Caema foi apresentada pelas secretarias em abril de 2018. A secretária municipal de Educação, Silvana de Sousa e Souza, relembrou as etapas de elaboração do novo centro. “Durante a apresentação do projeto, a primeira pergunta que recebemos do prefeito foi: ‘é importante?’ . Então, tivemos todo o apoio para a realização desse projeto. O Caema surge para oferecer apoio aos pais, que sabem que a criança precisa de ajuda e muitas vezes não sabem nem qual é essa ajuda”.
“O trabalho do Caema possibilitará devolutivas e orientações às unidades escolares, aos pais, formação continuada de apoio aos professores e profissionais envolvidos com os alunos da rede municipal de ensino, além de encaminhamento dos alunos aos demais equipamentos de apoio, como o Caps i (Centro de Atenção Psicossocial Infantil), CER (Centro Especializado de Reabilitação), AMA (Associação de Amigos do Autista), entre outros”, disse a secretária municipal de Saúde, Carmem Silvia Guariente.
O Caema oferece atendimento para crianças de 0 a 11 anos, com psicólogos, fonoaudiólogos e pedagogos e, de acordo com Silvana, contará futuramente com atendimento neurológico. Está localizado na rua Bandeirantes, 587, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.
A aluna especial Heloísa Scarpin Nogara, de seis anos, fez um pronunciamento especial. Houve apresentação de vídeos com homenagens ao prefeito, à vice-prefeita e à secretária de Educação, além de apresentação do coral de Libras, com as professoras do Atendimento Educacional Especializado (AEE).
Emocionado, o prefeito Dilador Borges falou para agradecer a criação do Caema. “Eu sou vítima do transtorno de aprendizado. Fui diagnosticado com dislexia há alguns anos e sei da importância da criação de um equipamento como esse. Esse é o nosso objetivo: cuidar de gente. Com uma boa gestão e administração, é possível realizar mais pelas pessoas”.

DA REDAÇÃO
Araçatuba

você pode gostar também