NOVO VALOR DOS PEDÁGIOS ENTRA EM VIGOR NO DIA 1º DE JULHO

DA REDAÇÃO
Araçatuba

O governo estadual definiu os novos valores dos pedágios das estradas concedidas em São Paulo. O reajuste de 2,85% passará a ser cobrado a partir da 0 hora do próximo domingo (1º). As tarifas contratuais de 19 concessionárias foram pelo índice relativo ao IPC-A acumulado entre junho do ano passado e maio desse ano. Em razão dos arredondamentos, em quatro praças o reajuste não será repassado para a tarifa paga pelos usuários: nos trechos Leste e Oeste do Rodoanel Mário Covas (SP 021) e nas praças de bloqueio de Diadema e Eldorado da Rodovia dos Imigrantes (SP 160).
Desde 1998, início das concessões em São Paulo, o reajuste é aplicado todo dia 1º de julho, data estipulada nos contratos de 19 concessionárias de rodovias paulistas. Já nas duas concessões mais recentes, Entrevias e ViaPaulista, iniciadas no ano passado, o reajuste será aplicado nas datas de aniversário dos contratos.
O programa de concessões do governo de São Paulo prevê pagamento pela outorga da rodovia. Além disso, as empresas concessionárias devem cumprir minucioso cronograma de execução de obras, além de serviços de manutenção e modernização da rodovia. Desde o início das concessões paulistas, a receita dos pedágios viabilizou mais de R$ 100 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação dos 8,4 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão.
Entre os serviços prestados pelas concessionárias, já foram realizados mais de 24 milhões de atendimentos aos usuários entre socorro médico e mecânico nas rodovias paulistas. Isso melhorou a segurança e fluidez das viagens, como resultado, 18 das 20 melhores rodovias do Brasil são do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, segundo levantamento técnico da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Além disso, R$ 4,7 bilhões foram repassados para prefeituras paulistas a título do ISS-QN, imposto municipal que incide sobre a tarifa de pedágio, considerando o mesmo período. Essa verba pode ser utilizada pelas administrações municipais para investimentos nas cidades.
Com os novos valores, o trajeto de Bauru a Castilho vai custar ao motorista R$ 41,60 (veículo de passeio ou por eixo de veículo comercial)

Sem título

você pode gostar também