ANITTA ADMITE “FALHA” EM CONTRATAÇÃO DE TERRY RICHARDSON PARA “VAI MALANDRA”

Durante sua passagem pela França, Anitta conversou com o site RFI e foi questionada sobre a polêmica de ter contratado Terry Richardson, fotógrafo acusado de assédio por dezenas de modelos, para dirigir o clipe de “Vai Malandra”. A parceria com o americano, banido de revistas como Vogue e Vanity Fair, tornou-se paradoxal ao discurso feminista da cantora.

– Era uma coisa que a gente realmente não sabia. Eu vim a saber depois [da gravação]. Realmente eu fui falha neste ponto. Até discutimos, pensamos sobre cancelamento, mas era uma coisa tão importante para a gente em tantos aspectos… e foi feito tão baseado nas minhas ideias, e no que eu queria – como sempre. Eu sempre tenho a equipe nos meus vídeos, mas a pessoa que pensa no geral, no que realmente vai ser feito sempre sou eu. Daí a gente decidiu deixar. Foi uma boa decisão, porque acabou movimentando muitas discussões, e eu acho muito bom isso: fazer com que as pessoas discutam e debatam coisas importantes. – declarou a brasileira.

“Vai Malandra” encerrou o projeto “CheckMate” da Anitta. Lançado em 18 de dezembro, o clipe acumula 275 milhões de visualizações. Ele rendeu matérias em sites internacionais, além de ter sido amplamente discutido no Brasil, tratando de feminismo, machismo e apropriação cultural. O jornal The Guardian, da Inglaterra, publicou uma reportagem com o título “O clipe brasileiro toca no nervo sobre racismo, abuso sexista e desigualdade”.

Da Redação

 

você pode gostar também