RAPAZ MATA O PADRASTO POR DÍVIDA DE R$ 150

O fim de semana foi marcado por violência e crueldade na região de Araçatuba. Em Castilho, um rapaz matou o padrasto com golpes de faca por conta de uma dívida de R$ 150. O autor foi preso em flagrante por policiais militares.

Segundo informações levantadas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, a vítima, identificada como Sonir Pereira Soares, tinha 65 anos e era aposentada pelo Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. Ele morava junto com a esposa e o enteado na mesma residência, onde o assassinato aconteceu.

Soares havia emprestado, há alguns meses ao enteado, a quantia em dinheiro. Como o rapaz não fazia o pagamento, o aposentado começou a cobrá-lo. Por conta dessa situação, os dois acabaram tendo uma discussão já na noite de sábado (23). O rapaz explicou que não tinha como pagar o padrasto. A briga continuou na manhã do dia seguinte, dessa vez terminando de forma trágica.

Em determinado momento da discussão, o autor, um desempregado de 25 anos, pegou uma faca na cozinha e aproveitou que o padrasto estava de costas para esfaqueá-lo. Foram pelo menos cinco golpes, que atingiram as costas, o pescoço e o ombro de Soares, segundo informações da Polícia Civil.

Ele chegou a ser socorrido com vida por equipes do Resgate, do Corpo de Bombeiros, até ao pronto-socorro da Santa Casa de Andradina. As equipes médicas constataram a gravidade dos ferimentos e encaminharam o idoso para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Algum tempo, ele não resistiu e morreu.

A prisão do suspeito aconteceu no mesmo dia, algumas horas depois do crime. Ele foi encaminhado para a Delegacia Seccional de Andradina, onde prestou depoimento. Segundo a polícia, o rapaz já tinha passagem pela polícia e familiares informaram que ele sofre de esquizofrenia.

Após ouvir o indiciado, o delegado plantonista manteve a prisão e o encaminhou para a cadeia pública de Lavínia, onde deverá aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações e irá aguardar laudo da perícia técnica para encerrar os trabalhos de apuração.

O corpo do bombeiro aposentado foi encaminhado até ao IML (Instituto Médico Legal) e depois liberado para o velório. O sepultamento aconteceu nesta segunda-feira (25), no cemitério de Castilho.

você pode gostar também