IPEM FAZ FISCALIZAÇÃO A EMPRESAS REFORMADORAS DE PNEUS USADOS

VITOR MORETTI
Araçatuba

O Ipem (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) realizou durante toda a quarta-feira (20) uma operação para fiscalizar empresas que reformam pneus, sejam recauchutados, remoldados ou recapados. Os trabalhos aconteceram em todo o estado de São Paulo. Na região, Araçatuba foi a única cidade em que as fiscalizações ocorreram.
Durante a manhã de ontem duas empresas foram vistoriadas no município. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL acompanhou o trabalho dos fiscais do órgão. Na primeira delas, localizada na Rua Professor Rubens Rego Fontão, no Parque Industrial, os agentes do Ipem verificaram se o local possuía registro junto ao Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Logo em seguida, foram verificados se os pneus reformados estavam em conformidade com a legislação. No fim, nenhuma irregularidade foi encontrada.
A segunda empresa do mesmo segmento a ser vistoriada fica na Rua Brigadeiro Faria Lima, às margens da Rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463). Por lá, os fiscais conferiram, além do registro, situação dos pneus, os equipamentos utilizados nos reformadores. Nada de irregular foi constatado no local. No período da tarde, lojas e outros tipos de estabelecimentos comerciais foram fiscalizados.
Segundo o Ipem, trata-se de uma operação que ocorreu durante todo o ano para garantir mais segurança ao consumidor. ” São observadas as marcações dos pneus reformados, que devem estar de acordo com a legislação de qualidade. Também foi feita a fiscalização técnica do reformador de pneus, que consiste na análise das empresas reformadoras de pneus tendo como objetivo, primeiramente, constatar se a mesma possui registro junto ao Inmetro e se atende à regulamentação da qualidade quanto aos seus procedimentos, equipamentos e uso das matérias-primas. O serviço de reforma deve resultar em pneus em conformidade à regulamentação”, orientou.
A ação começou na última terça-feira (19) e terminou ontem. Além de Araçatuba, o Ipem fiscalizou empresas na capital paulista, Guarulhos, Bady Bassitt, Jandira, Mogi das Cruzes, Pindamonhangaba, Rio das Pedras e Saltinho. Em Lucélia, no oeste do estado, uma empresa foi flagrada atuando no mercado sem o registro necessário. Foi elaborada uma infração e a partir de agora o proprietário tem dez dias para apresentar defesa junto ao órgão, caso contrário poderá pagar multa que varia de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.

 

você pode gostar também