MULHER TEM CASA INVADIDA E ROUPAS QUEIMADAS EM ARAÇATUBA

A Polícia Civil de Araçatuba abriu inquérito para investigar um incêndio na residência de uma vendedora de 38 anos. Ela procurou a Central de Flagrantes na terça-feira (19) para registrar um boletim de ocorrência.

Segundo o depoimento, a vítima teve um relacionamento com um rapaz, morador de Birigui, durante aproximadamente um ano. Há três dias, eles terminaram e, segundo a mulher, desde então vem recebendo ameaças por telefone. Uma voz masculina diz do outro lado da linha que a declarante vai morrer.

Após o término do namoro, a vendedora mudou-se para uma casa na área central de Araçatuba. Nesta semana, ao sair da residência para ir ao dentista, uma pessoa desconhecida aproveitou que as portas do imóvel estavam abertas, invadiu o local e ateou fogo nas roupas da vítima.

Ao chegar em casa, ela percebeu que saía fumaça dentro do guarda-roupa e constatou que cerca de 20 peças de roupas foram queimadas no incêndio. A mulher acredita que o autor possa ter sido o ex-companheiro, já que ele teria ficado muito alterado quando o relacionamento chegou ao fim. A declarante informou ainda aos policiais que acabou deixando as portas abertas, para que os cachorros não ficassem presos.

O caso foi registrado na delegacia com ameaça e incêndio. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações pelo segundo distrito policial do município. Equipes da perícia compareceram ao imóvel e um laudo deverá ficar pronto em 30 dias para ajudar na apuração do incidente.

você pode gostar também