CHEGA A QUATRO O NÚMERO DE CASOS DA GRIPE INFLUENZA, A MAIORIA CRIANÇAS

ARNON GOMES
Mirandópolis

Mirandópolis confirmou, nesta semana, mais dois casos positivos da gripe Influenza. A situação preocupa as autoridades ligadas à saúde no município. O número já é o mesmo registrado ao longo de todo o ano passado.
Do total, três são crianças, mas, segundo a Prefeitura, elas já receberam alta e passam bem, assim como um adulto de 32 anos que também fora diagnosticado. Os primeiros casos foram divulgados nos dias 25 e 28 de maio. Além do homem de 32, havia uma criança de 1 ano. Os outros dois, confirmados na quarta-feira passada, têm 5 e 6 anos.
A incidência entre as crianças chama ainda mais atenção do poder público porque todos os casos suspeitos, ou seja, que aguardam resultado de exame, são de meninos e meninas. Conforme a administração municipal, têm 2, 4 e 6 anos de idade. Já os outros casos considerados suspeitos também eram de menores: 1 e 8 anos.

NAS CRECHES
Para evitar o agravamento da situação, o governo local estabeleceu um plano de ação, previsto para colocação em prática na próxima semana. Vacinas contra a gripe, integrantes da campanha nacional recentemente prorrogada até 22 de junho, serão aplicadas em crianças nas creches do município. A decisão resultou de uma parceria dos setores de educação e saúde. A aplicação das doses, no entanto, dependerá de autorização dos pais. Eles serão informados a respeito dessa ação em comunicado enviado pela Prefeitura.
Inicialmente, as vacinas poderão ser aplicadas em até 175 crianças de 4 meses a 3 anos de idade das quatro creches municipais. Mas a administração municipal quer atingir um número maior. Na segunda-feira, a Prefeitura deverá confirmar se outros 529 alunos do pré-1 e pré-2 também serão vacinados.
Ao justificar a adoção da medida, a Prefeitura argumentou que, dos casos confirmados, nenhum havia sido vacinado. E citou ainda o fato de a cobertura vacinal, até o momento, ser considerada baixa em relação às crianças. Até ontem, 27,3% das crianças haviam sido vacinadas, enquanto a meta é alcançar 90% desse público.

VACINAÇÃO
De acordo com a Prefeitura, há doses da vacina disponíveis nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) dos bairros Jardim Aeroporto, Jardim Nossa Senhora de Fátima e 1ª Aliança e no Centro de Saúde. Todos esses postos ficam abertos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para aplicar as doses.
Constituem o chamado grupo prioritário e de maior vulnerabilidade: crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias; pessoas de qualquer faixa etária com comorbidades comprovadas, profissionais de instituição de ensino, pessoas com 60 anos ou mais, mulheres até 45 dias após o parto, gestantes, profissionais do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade e trabalhadores de saúde.
A vacinação deste ano, que começou no dia 23 de abril, já atingiu 42,6 milhões de pessoas. O número representa 77,6% da população prioritária que deveria receber as doses. A meta inicial é alcançar 54,4 milhões de brasileiros.

GESTANTES
Além das crianças, outro grupo que preocupa é de gestantes. Em Mirandópolis, até agora, apenas 33,5% delas tomaram a vacina, percentual bem inferior aos 90% da meta. Para atingir esse objetivo, a Prefeitura informa que, a partir da semana que vem, funcionárias das UBSs entrarão em contato com as mulheres grávidas que recebem acompanhamento para agendar uma data para a vacina.

Sintomas
* Os sintomas das Influenzas A e B são febre alta e súbita, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor nas articulações e dor de cabeça. No caso do H1N1, subtipo da Influenza A, um sintoma que chama a atenção é a falta de ar e o cansaço excessivo.
* É importante distinguir a gripe do resfriado comum, que é muito mais leve, com sintomas menos graves como coriza, mal estar, dor de cabeça e febre baixa.

Prevenção
* Lavagem das mãos com maior frequência, e quando possível utiliza álcool;
* Evitar locais com grande aglomeração de pessoas;
* Manter ambientes arejados;
* Ao tossir/espirrar cobrir a boca/nariz com lenço descartável, quando possível, e lavar as mãos;
* Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos, canudos, entre outros;
* Caso apresente febre, secreção nasal, mal estar, dor no corpo, dor de cabeça, afastar-se do trabalho/escola por até 24 horas após cessar a febre;

Fonte: Prefeitura de Mirandópolis

você pode gostar também