BANDIDOS DESCONTAM CHEQUE CLONADO DE R$ 50 MIL EM NOME DE PECUARISTA

A Polícia Militar de Andradina, município a 111 quilômetros de Araçatuba, prendeu três homens durante a quinta-feira (14) depois que eles descontaram um cheque falsificado de quase R$ 50 mil em nome de um pecuarista do município. As prisões ocorreram quando contratado pelos criminosos tentava descontar outro cheque clonado, este no valor de R$ 45 mil.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL, o Copom (Central de Operações da Polícia Militar) recebeu informações de que estaria ocorrendo um possível crime de estelionato em uma agência do Banco do Brasil, em Andradina. Uma equipe da Força Tátia dirigiu-se até ao banco para averiguar a denúncia e chegando lá se deparou com um dos investigados, identificado pelas iniciais L.C.S. Com ele, os policiais encontraram um cheque falsificado no valor de R$ 45 mil em nome de um pecuarista de Andradina.

O suspeito contou em depoimento aos PMs que havia sido contratado por dois homens desconhecidos de Campinas para trocar o cheque na agência bancária e, para tanto, receberia R$ 500 pelo serviço. O gerente da agência bancária informou ainda que horas antes, outra pessoa foi até ao local e conseguiu trocar um cheque falsificado de quase R$ 50mil no nome do mesmo pecuarista.

As equipes conseguiram ter acesso às imagens das câmeras de segurança do banco e identificaram o segundo suspeito. A partir disso, a polícia começou a fazer diversas diligências pela cidade a fim de encontrar os mandantes do crime. “Após vários contatos em locais e com pessoas na cidade, conseguimos identificar  prender W.M.S., vulgo “Viola” com passagens criminais por tráfico de drogas e M.A.F., vulgo Gordim/Marquim (egresso do sistema penal) e T.B.M.X. (sem passagem pela polícia), todos moradores de Campinas”, informou a PM.

Ainda segundo a polícia, os criminosos chegaram a entrar em contato com a vítima antes de praticarem o golpe. “Eles entraram em contato com o pecuarista antes de irem ao banco e de posse dos dados cadastrais da referida vítima, conseguiram bloquear o celular dele e, com isso, impedir o contato telefônico do banco. Os formulários dos cheques utilizados no estelionato são verdadeiros e produto de provável furto”, complementou.

A polícia localizou ainda um veículo Fiat/Pálio, pertencente ao trio de estelionatário com placas de Hortolância. Dentro do automóvel foram localizados objetos para realizar trabalhos de telefonia, como escadas, ferramentas, cones e um uniforme de uma empresa de telefonia. Os policiais encontraram ainda anotações e até escutas telefônicas. Existe a suspeita de que os indiciados aplicavam outros golpes pelo estado.

PRISÕES

Diante de todas as informações, o trio foi encaminhado até a delegacia de Andradina, onde prestaram depoimento. O delegado plantonista deu voz de prisão em flagrante aos autores por estelionato, uso de documentos falsos e associação criminosa. Eles foram transferidos após o término do registro da ocorrência para a cadeia pública de Lavínia, onde permaneceram à disposição da Justiça. O primeiro rapaz abordado, que teria sido contratado pelo bando para fazer o depósito, acabou sendo liberado logo em seguida.

O dinheiro do primeiro cheque descontado não havia sido recuperado até o fechamento desta edição. A Polícia Civil de Andradina abriu inquérito para dar andamento às investigações sobre o caso.

você pode gostar também