Futebol, sonho e solidariedade

ARNON GOMES
Araçatuba

Num universo de 175 crianças, Caio, de 9 anos de idade, se destaca no futebol. Não só por marcar gols ou driblar os colegas nos treinos recreativos da unidade da LBV (Legião da Boa Vontade), em Araçatuba. Demonstra empenho, habilidade e respeito, características consideradas fundamentais para um esportista, segundo seu professor de educação física, Fagner Júnior Pereira. Por isso, quando questionado sobre o seu sonho, este pequeno corinthiano é direto: quer ser jogador de futebol. Quem sabe, virar um Cristiano Ronaldo, seu ídolo? Ou ainda um Gabriel Jesus, atleta que mais admira no futebol brasileiro. “Jogo futebol todos os dias”, diz o garoto, que prefere a bola às modernidades trazidas pelos tablets, celulares ou videogames.
Para alimentar o desejo de centenas de crianças como Caio, a Copa do Mundo, há pouco mais de 30 anos, é um dos momentos mais esperados pela LBV. A cada quatro anos, sempre em época de Mundial, ocorre a campanha “Fiz um gol pela infância brasileira!”. A iniciativa tem por objetivo mobilizar doações para a manutenção dos programas socioeducacionais oferecidos por esta tradicional entidade assistencial em todo o País.
São ações nas áreas da educação, cultura, saúde, alimentação e capacitação profissional no período de contraturno escolar para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.
Neste ano, a campanha consiste na venda de uma camiseta canarinho, autografada por grandes nomes do futebol brasileiro da atualidade. Dentre os craques que autografaram a roupa estão: Miranda (zagueiro), da Internazionale, da Itália; Marcelo (lateral esquerdo), do Real Madri, da Espanha; Cássio (goleiro), do Corinthians; Roberto Firmino (atacante), do Liverpool, da Inglaterra; Renato Augusto (meia), do Beijing Guoan, da China; Rodrigo Caio (zagueiro), do São Paulo; Eduardo Sacha (atacante), Gabigol (atacante), David Braz (zagueiro) e Vanderlei (goleiro), do Santos; Fábio Santos (lateral esquerdo), Róger Guedes (atacante), Victor (goleiro) e Erik (atacante), do Atlético Mineiro; Fábio (goleiro), do Cruzeiro; Marcos Júnior (atacante) e Gum (zagueiro), do Fluminense; Marcelo Grohe (goleiro), do Grêmio; Rildo (atacante), Yago Pikachu (lateral direito) e Wagner (meia), do Vasco da Gama.
A campanha ainda homenageia ídolos do passado, que também assinaram a camiseta: Pelé, Careca, Rivellino, Clodoaldo, Paulo Roberto Falcão, Ronaldo Fenômeno, Zico, Dunga, Taffarel, Marcos e Caio Ribeiro.
Cada camiseta custa R$ 58. Apesar de focar a Copa do Mundo 2018, que começa nesta quinta-feira, na Rússia, a ação já está em andamento em Araçatuba e em todo o País. Segundo Moisés Alberto de Lima, responsável pelo setor de relacionamento institucional da legião, em nível de Brasil, já foram comercializadas 15 mil camisetas – a meta é chegar a 50 mil até o final da competição, em 15 de julho. O dinheiro obtido, explica ele, será investido em obras assistenciais na entidade.
No caso de Araçatuba, há planos para a ampliação da sede da instituição, o que possibilitará o aumento de mais 25 vagas. Hoje, de acordo com a gestora administrativa da LBV de Araçatuba, Silvana Campos Souto, há, na cidade, uma lista de espera de 30 crianças.
Fundada em 1950, a LBV está em Araçatuba há 60 anos.

você pode gostar também