Três pessoas ficam feridas em acidente com caminhão canavieiro

Três pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave, em um acidente envolvendo um carro e um caminhão canavieiro. O caso aconteceu por volta das 21h de segunda-feira (11), na rodovia Deputado Roberto Rollemberg (SP-461), em Buritama, município a 54 quilômetros de Araçatuba.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL junto ao Corpo de Bombeiros, o motorista do veículo seguia no sentido Buritama a Birigui quando o caminhão teria atravessado a rodovia. O condutor do carro não conseguiu frear a tempo e acabou colidindo na lateral do bitrem.

Com o impacto da batida, o motorista sofreu ferimentos graves e fratura no fêmur. Ele teve que ser socorrido por uma unidade do Resgate, do Corpo de Bombeiros, até ao Pronto-Socorro Municipal de Birigui, onde passou por atendimento médico. Segundo informações dos Bombeiros, a vítima não corria risco de morte, mas ficou internada em observação.

Dentro do automóvel também estavam outros dois passageiros, que não tiveram a idade divulgada. Eles foram socorridos com ferimentos leves por ambulâncias de Buritama. Já o motorista do caminhão nada sofreu. A pista foi parcialmente interditada para o trabalho das equipes da perícia técnica. Um laudo deverá ficar pronto nos próximos dias para ajudar nas investigações. Além disso, a Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento à apuração do acidente.

DADOS

Acidentes envolvendo caminhões canavieiros na região têm se tornado um grande desafio para as autoridades, apesar de nos últimos anos terem registrado queda na região de Araçatuba. Uma das justificativas é a de os municípios possuem muitas usinas sucroalcooleiras e, concomitantemente, muitas plantações de cana-de-açúcar, fazendo com que o fluxo desse tipo de veículo seja mais intenso, principalmente no período noturno. Existem 14 usinas e quatro transportadora na área de abrangência de Araçatuba, Penápolis e Andradina, segundo a Polícia Rodoviária.  Na grande maioria dos casos, os motoristas que colidem contra os canavieiros acabam não resistindo aos ferimentos.

O último caso com morte registrado na região foi no último dia 9 de abril na rodovia Raul Forchero Casasco (SP-419), entre Penápolis e Alto Alegre. O motorista de um veículo VW/Gol seguia pela via, quando por motivos desconhecidos, acabou invadindo a pista contrária e acabou batendo frontalmente contra um caminhão. Uma equipe do Resgate, do Corpo de Bombeiros, chegou a ser acionada, mas constatou a morte do condutor ainda no local. O motorista do caminhão não precisou ser socorrido, já que não teve ferimentos.

Dados obtidos pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL junto à Polícia Rodoviária da região de Araçatuba mostram queda no número de acidentes envolvendo esses tipos de veículos na comparação entre 2016 e 2017.  Há dois anos, 23 batidas do tipo foram registradas contra 18 em 2017, o que representa uma queda de 21%. Já o número total de vítimas também registrou queda. Em 2016, foram 17 e um ano depois, dez.

A reportagem também entrou em contato com a Via Rondon, concessionária que administra o trecho da rodovia Marechal Rondon (SP-300), de Bauru a Castilho. Segundo a empresa, em 2016 e 2017 foram contabilizados 25 acidentes que envolveram caminhões canavieiros. Já até março de 2018, apenas uma batida do tipo havia sido registrada.

Em abril deste ano, o policiamento rodoviário realizou uma reunião com representantes do setor sucroalcooleiro a respeito sobre a legislação existente desse setor. Componentes de segurança, equipamentos obrigatórios, estado de conservação, dimensões, identificação, documentação, sistema de cobertura de carga a granel, além de cuidados na prevenção de acidentes de trânsito foram discutidos.

“A reunião visou ainda a troca de informações entre os órgãos fiscalizadores com o compromisso da vida e o trânsito seguro. Com o início da safra, o Policiamento Rodoviário realizará operações específicas para fiscalizar este tipo de transporte”, informou por meio de nota.

você pode gostar também