Trump e Kim Jong-un terão encontro separado no começo da cúpula

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, conversarão a sós durante um tempo, no início da cúpula desta terça-feira (12) em Cingapura, informou hoje (11) a Casa Branca.

“Esperamos uma reunião a sós no começo”, disse um funcionário do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, que pediu anonimato, em declaração a jornalistas em Cingapura.

Depois desse encontro inicial entre os dois dirigentes, cuja duração não foi informada, haverá uma reunião da qual participarão as delegações dos dois países.

Trump considerou a reunião com Kim como a oportunidade de criar uma relação com o líder, que definiu como uma “personalidade desconhecida”. Há dois dias, o presidente norte-americano afirmou que no “primeiro minuto” do encontro já saberá se o dirigente norte-coreano é confiável quando falar da sua vontade de desnuclearização.

O funcionário americano considerou, além disso, um “sinal de otimismo” as últimas informações dos veículos de imprensa norte-coreanos em relação à cúpula, em que falam de uma “nova era” de relações entre os dois países.

A agência estatal KCNA e o jornal Rodong asseguraram hoje que durante a reunião os dois líderes falarão de “novas relações” entre os EUA e a Coreia do Norte, além da “construção de uma paz permanente”.

Os veículos de imprensa de Pyongyang disseram, além disso, que o encontro servirá para buscar “a implementação da desnuclearização na Península Coreana e outros assuntos de mútuo interesse, como requer esta nova era”.

você pode gostar também