Araçatuba já registrou quase 400 notificações de escorpião em 2018

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

Até o dia 30 de maio, Araçatuba teve 396 notificações de escorpiões. O número é elevado, considerando que em todo o ano de 2016 foram apenas 242 notificações e 502 em 2017. Devido ao número elevado, a recomendação é no sentido da população adotar alguns cuidados para prevenir. Este ano uma criança de cinco anos morreu após ser picada por escorpião. O caso aconteceu em abril. Mesmo com socorro imediato, a menina não resistiu. No ano passado também foram registrados casos de morte.

Segundo o médico veterinário, doutor Rafael Silva Cipriano, do Centro de Controle de Zoonoses de Araçatuba, o aumento de casos reflete que a população, por algum motivo, deixou de adotar determinados cuidados, como limpeza permanente de quintais. Para o veterinário, alguns cuidados podem ser fundamentais para evitar acidentes. Ele recomenda a limpeza de quintais, tapar buracos em paredes, transferir de local piulhas de tijolos e telhas, remover pedaços de madeira. Todos estes trabalhos devem ser feitos com muito cuidado e com uso de luvas para evitar acidente.

O elevado número de notificações preocupa. Por isso, recomenda-se à população a adoção de medidas preventivas.

DENGUE

Quanto à dengue, este ano até o momento foram registrados 20 casos de dengue, sendo apenas um importado. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, os casos são registrados em diferentes regiões da cidade, como zonas Leste, Norte, Oeste e Sul. Os números são bem distribuídos pelos vários bairros de Araçatuba.

Os dados a Vigilância Epidemiológica mostram que este ano não houve registro de zika virus e teve apenas uma notificação de chikungunya. Este único caso, notificado em janeiro, foi importado.

você pode gostar também