Homem é preso com mais de R$ 35 mil em notas falsas após furtar bicicleta

Um homem foi preso depois de furtar uma bicicleta e depois ser flagrado com mais de R$ 35 mil em notas falsas, além de porções de maconha. O caso foi registrado na quinta-feira (31), feriado de Corpus Christi, em Birigui, município a cerca de 19 quilômetros de distância de Araçatuba.
Segundo informações levantadas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o Copom (Central de Operações da Polícia Militar), recebeu informações da vítima de que sua bicicleta teria sido furtada na rua Egídio Navarro. Os policiais militares da Equipe Bravo, que estavam na via pública, foram informados sobre o crime, receberam as características do objeto e passaram a fazer patrulhamento na tentativa de encontrar o autor.
Em determinado momento, já na rua dos Cravos, a viatura policial cruzou com um suspeito andando de bicicleta com características muito parecidas com as que foram repassadas e deram sinal de parada ao condutor. Ele não obedeceu e tentou fugir, mas foi rapidamente contido. Antes mesmo de ser revistado, o investigado confessou aos PMs que tinha praticado o furto.
Como o rapaz morava perto do local da abordagem, as equipes dirigiram-se até o endereço e receberam permissão para poderem fazer uma vistoria dentro do imóvel. Para a surpresa da polícia, uma caixa contendo R$ 35.150 em notas falsas de 50 e 20 reais foi encontrada dentro do quarto do indiciado. Ainda dentro do mesmo cômodo, duas porções de maconha e mais R$ 26 em dinheiro verdadeiro também foram localizados pelos policiais.
O preso não passou detalhes sobre a procedência de todo o dinheiro e nem o que faria com a quantia. Por conta disso, o rapaz foi encaminhado até a delegacia central do município, onde prestou depoimento. O delegado plantonista decidiu manter a prisão em flagrante e o deixou à disposição da Justiça.
O autor vai responder pelos crimes de furto, posse de notas falsas e porte de entorpecentes. Todos os outros objetos ficaram apreendidos e seriam periciados. Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil, para dar andamento às investigações.

você pode gostar também