Em ocorrências de tráfico, adolescente é flagrado com mais de 300 pinos de cocaína

Duas pessoas foram presas e um adolescente de 15 anos apreendido por tráfico de drogas em ocorrências diferentes de tráfico de drogas, em Araçatuba, na noite de quinta-feira (31). O menor foi flagrado com mais de 300 pinos de cocaína.
Policiais militares da Força Tática faziam patrulhamento de rotina pelo bairro Lago Azul quando viram um adolescente, de 13 anos, em frente da casa onde mora, na rua Sebastião de Oliveira. Como o jovem já era conhecido nos meios criminais pela comercialização de entorpecentes, as equipes decidiram fazer a abordagem.
A mãe do menor percebeu a situação e foi até a frente da residência ver o que estava acontecendo. Os PMs explicaram a situação do filho e pediram autorização para que pudessem fazer uma vistoria no interior do imóvel. A mulher autorizou a entrada e logo no começo da revista, os policiais encontraram oito pinos contendo cocaína dentro da caixa de relógio de energia elétrica.
Já dentro de um veículo que estava estacionado dentro da garagem, as equipes localizaram mais 308 pinos contendo o mesmo entorpecente, totalizando 316 microtubos de cocaína. O irmão do investigado, de 15 anos, assumiu a propriedade da droga e revelou em depoimento que após revender todos os produtos, repassaria dois mil reais ao proprietário e lucraria aproximadamente R$ 800. O adolescente não quis passar informações à polícia sobre a identidade do traficante.
Diante das informações, o infrator foi encaminhado até a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento na presença de um representante do Conselho Tutelar. O delegado plantonista manteve a apreensão e deixou o rapaz à disposição da Vara da Infância e Juventude, que a partir de agora dará andamento ao processo de internação do menor na Fundação Casa.
OUTROS FLAGRANTES
Ainda durante a noite de Corpus Christi, a Polícia Militar de Araçatuba fez mais apreensões de drogas em pontos distintos do município. Em um deles, na rua Fundador Paulino Gatto, no bairro Jardim São José, policiais receberam denúncia anônima via Copom (Central de Operações da Polícia Militar) dando conta que um indivíduo, vestindo a camiseta do time do São Paulo estaria vendendo entorpecente em frente a uma residência.
Diante das informações, a viatura foi até ao endereço citado na denúncia para averiguar a denúncia. Chegando lá, as equipes realmente encontraram o jardineiro, de 34 anos, e os PMs fizeram a abordagem. Na revista pessoal foi encontrado um maço de cigarros contendo 13 pinos com cocaína, além de um celular e R$ 68 em dinehiro. O autor confessou o crime de tráfico de drogas e disse que usava o aparelho para trocar mensagens com “olheiros” do bairro, que o informavam sobre a presença de viaturas da PM nas imediações.
O homem alegou ainda ter sido preso em outra ocasião no mesmo local por vender entorpecentes. Com isso, ele acabou recebendo voz de prisão pela segunda vez e foi encaminhado até a delegacia, onde o delegado plantonista manteve a prisão e o deixou à disposição da Justiça.
Algumas horas depois, já no bairro Morada dos Nobres, policiais da RPM (Rádio Patrulhamento com Motocicleta) faziam patrulhamento de rotina quando no cruzamento da rua Lions Club com a Avenida Presidente Juscelino Kubitschek viram uma desempregada, de 29 anos, parada em frente a uma casa. A mulher assustou-se e jogou dois pinos de cocaína no chão e logo depois correu para o interior do imóvel.
As equipes policiais a abordaram e perguntaram sobre a droga. A acusada revelou, em um primeiro momento, ser usuária. Depois, acabou entrando em contradição e entregou mais oito pinos do mesmo entorpecente que estavam escondidos nas roupas íntimas dela.
A autora, que também já foi presa recentemente por tráfico de drogas, foi encaminhada até a Central de Flagrantes, onde permaneceu presa pelo mesmo crime e ficou à disposição da Justiça.

você pode gostar também