Caminhoneiros da região mantêm paralisação e programam carreata

Na noite de domingo o presidente Michel Temer anunciou o acordo com os caminhoneiros e medidas adotadas para encerrar a greve da categoria. No entanto, caminheiros da região de Araçatuba e Birigui decidiram manter a paralisação. Na manhã desta segunda-feira, líderes dos caminhoneiros procuraram a Associação Comercial e Industrial de Araçatuba (Acia) para pedir o apoio do comércio local. Pediram o fechamento do comércio a partir das 16 horas e anunciaram mais uma carreata.

Durante a reunião com Wilson Marinho, presidente da Acia, os caminhoneiros disseram que no período de novembro a maio, o diesel passou de R$ 2,70 para R$ 3,80 e agora o governo quer reduzir 46 centavos e manter o preço por dois meses, voltando os reajustes posteriormente. Isso, segundo eles, não atende à reivindicações da categoria. Por isso optaram por manterem a paralisação.

O grupo que estava em um posto à margens da Marechal Rondon desenvolveu várias ações, como protesto próximo a usinas e na Estrada Teotônio Villela, no Guatambu.

MANIFESTAÇÃO

Por volta das 16 horas o grupo vai sair do posto pela Marechal Rondon, entrando em Araçatuba pela Rua Aguapei e depois acessando a Avenida Araçá pela Rua José Pedro dos Santos. Após concentração em frente à Havan, o grupo deixa o local pela Araçá, Valdir Felizola de Moraes, Joaquim Pompeu de Toledo e chega à Avenida Brasília, retornando ao posto.

 

você pode gostar também