Prefeitura vai investir R$ 400 mil no aterro sanitário

A Prefeitura de Birigui investirá aproximadamente R$ 400 mil, com recursos próprios, na construção da quarta célula para depósito e compactação de resíduo sólido domiciliar no Aterro Sanitário, localizado no quilômetro 31 da rodovia Deputado Roberto Rollemberg (SP-461). As obras já tiveram início e estão na fase de terraplanagem.

Conforme o engenheiro ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentado, Rafael Polizel, a área da quarta célula conta com cerca de oito mil metros quadrados. A estimativa é de que em um ano e meio a nova célula receba mais de 50 mil toneladas de lixo doméstico. Diariamente, são depositados no aterro, em média, cem toneladas de lixo.

A terraplanagem é realizada por servidores da Secretaria de Serviços Públicos, Água e Esgoto. As próximas etapas das obras serão a instalação da manta de polietileno de alta densidade e do sistema de drenagem de chorume e gases. “A manta e o sistema de drenagem são necessários para que não haja a contaminação do solo, preservando, assim, o meio ambiente”, explicou Polizel.

De acordo com o secretário adjunto de Serviços Públicos, Água e Esgoto, Marco Antonio Albano, o prazo para a conclusão das obras e início da operação da nova célula é de 90 dias. A abertura da quarta célula no aterro sanitário já está licenciado junto a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

LICENÇA DE OPERAÇÃO
Em maio de 2017, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentado conseguiu da Cetesb a licença necessária para continuidade da operação do aterro sanitário pelos próximos cinco anos. O espaço estava sem autorização para funcionamento desde dezembro de 2008 e corria o risco de ser interditado.

Da Redação

você pode gostar também