AEA Máster faz jogo festivo nesta noite

A Associação Esportiva Araçatuba (AEA) enfrenta o Auriflama na noite de hoje, em jogo comemorativo da categoria máster de ambas as cidades. A equipe de Araçatuba está comemorando um ano de atividades com jogadores que atuaram no Canário e que têm mais de 45 anos. A partida desta noite começa às 19h, no estádio municipal Adhemar de Barros, em Araçatuba, com entrada franca. O evento também marca a estreia de novo uniforme com a marca Norosfer, empresa patrocinadora. As informações são de Genivaldo Rabechini, o Xangal, que atuou na AEA entre 1987 até 1990 como lateral e zagueiro.

O objetivo da AEA-Máster é promover o convívio e a confraternização dos ex- companheiros de clube, jogos amistosos festivos ou beneficentes. A informação é do comerciante Anselmo Ananias, que também atuou profissionalmente na equipe e hoje atua como técnico dos veteranos.

Segundo Ananias, o projeto é que a AEA Máster seja um clube, independente de a agremiação principal (categoria livre, profissional) estar ou não em atividade. A diretoria do clube é formada por Ananias (presidente) e pelos diretores Xangal, Élder, Aleko e Josival.

Eles convidam os ex-profissionais da AEA para participar do grupo, assim como ex-dirigentes e profissionais que já pertenceram à comissão técnica.

O ex-roupeiro Luciano César e o ex-massagista Irineu Bicudo têm participado dos encontros.

Estão confirmados para o jogo de hoje contra o Auriflama: Élder, Rael, Aleko, Xangal, Vandinho, Joãozinho, Josival, Luizinho, Morcego, Palhinha, Fernando Ramos, Esquerda, Boneca, Romero, Marcos Moda, Gian, Cido, Maradona, Celso Gomes, Paulinho, Nenê, Vital, Garrinchinha, Luiz XV e Niquinha.

Dos que estarão em atividade nesta noite, ao menos um participou da primeira formação da AEA, em 1973, quando com menos de um ano de existência sagrou-se campeã da Divisão Intermediária (atual Série A-2). Trata-se de Roberto Luiz Alves dos Santos, 70 anos, o Luizinho. Ele teve convites do Guarani (Campinas) e do América (Rio Preto), mas preferiu ficar em Araçatuba por ser funcionário público federal e estudante à época, mas atuou também no Clube Atlético Penapolense.

Da Redação

você pode gostar também