Enfermeiro é preso após apresentar CNH falsa em rodovia

Um enfermeiro de 34 anos foi preso na noite de segunda-feira (21) depois de apresentar uma CNH falsa e os policiais descobrirem que ele era foragido da Justiça. O caso aconteceu na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba.

Policiais rodoviários faziam fiscalização de rotina na altura do quilômetro 527 quando deram ordem de parada a um veículo VW/Gol, conduzido pelo suspeito. As equipes pediram a carteira de habilitação do indiciado e desconfiaram que o documento pudesse ser falso. O homem entregou uma CNH com a sua fotografia, mas usando um nome falso.

“O documento é muito parecido com outro verdadeiro e só foi possível detectar a falsificação por alguns pequenos detalhes consultados no sistema Prodesp (tecnologia do governo estadual para buscas). A numeração do espelho estava fora do padrão, a fotografia não era a mesma que aparece no sistema e a palavra Denatran estava visível no verso, o que não ocorre na verdadeira”, informaram os policiais durante o registro do boletim de ocorrência.

CAPITAL

O indiciado contou aos PMs que comprou o documento falso por R$ 300 na capital paulista, já que ele era procurado pela Justiça de São Paulo desde janeiro de 2017. A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL apurou que o suspeito tem um processo em aberto desde 2013 pela Segunda Vara Criminal e de Crimes contra a Vida de São Caetano do Sul por furto.

Diante do flagrante, o enfermeiro recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a delegacia de Araçatuba, onde prestou depoimento. Ele não quis passar mais informações a respeito da compra da CNH falsa. O autor passou por audiência de custódia na manhã de terça-feira (22) no Fórum da cidade e depois acabou sendo transferido para a cadeia pública de Penápolis, onde aguardará vaga para alguma unidade prisional do estado.

você pode gostar também