Membros do Conselho de Educação visitam prédio de Medicina da Funepe

DA REDAÇÃO PENÁPOLIS

Nesta semana especialistas do Conselho Estadual de Educação estiveram em Penápolis para visitar o prédio que está sendo construído para abrigar a Faculdade de Medicina da Funepe (Fundação Educacional de Penápolis). A visita dos especialistas que teve objetivo de avaliar a estrutura física da faculdade.

A partir de agora, com o parecer dos especialistas aprovando totalmente o prédio da Faculdade de Medicina de Penápolis, o relatório da visita vai para o pleno do Conselho Estadual de Educação. A previsão é de que em aproximadamente 30 dias haja a aprovação, com a consequente autorização para lançamento do vestibular. O mesmo deve ocorrer ainda este ano, para o segundo semestre.

O prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira, que recebeu a equipe do Conselho Estadual de Educação em seu gabinete, comentou que a visita deveria ocorrer num prazo de tempo maior, e que objetivando agilizar o procedimento, esteve recentemente no Conselho Estadual de Educação, em audiência com a presidente, professora Bernardete Gatti, solicitando uma antecipação da visita destes profissionais.

“Estamos abreviando o início do funcionamento da Faculdade de Medicina, pois menos de uma semana após realizarmos este pedido, já fomos atendidos. Agradecemos imensamente a atenção dada à nossa cidade”, disse ele.

“Jamais podemos deixar de agradecer ao empresário Acácio Cruz, da Darek Empreendimentos, por ter acreditado neste projeto e se colocado à disposição para nos ajudar a realizar o que antes era sonho, mas que agora torna-se realidade. A construção do prédio não seria possível, de forma tão rápida, se não fosse o seu empreendedorismo e visão de futuro”, salientou o prefeito.

A primeira turma do curso de Medicina iniciará com 66 vagas, e daqui a seis anos deverão ser mais de 400 estudantes.

“Temos muito orgulho e satisfação em saber que fizemos parte desta história maravilhosa. Ao assumir as dívidas previdenciárias da Funepe, a Prefeitura de Penápolis ajudou a pavimentar um caminho sem volta para o crescimento da instituição, que é um patrimônio penapolense”, destacou Célio de Oliveira.

AVALIAÇÃO

O médico Elimar de Paula Poço, ex-professor da USP (Universidade de São Paulo) é um dos especialistas do Conselho Estadual de Educação que visitaram a cidade esta semana. Elimar avalia a parte técnica e estrutural da faculdade, e comentou que a cidade fez um excelente trabalho.

“Esta é a segunda vez que nós visitamos Penápolis. A primeira foi no ano passado, quando visitamos a Santa Casa e a Funepe. O que pudemos ver desta vez é um trabalho muito bem feito. O que havia sido prometido está sendo realizado, o prédio está praticamente finalizado, exclusivo para o curso de Medicina”, afirmou.

“Teremos um prédio bem estruturado, bem construído e muito bem planejado. Podemos ver que o objetivo da instituição, com o apoio da Prefeitura, está produzindo algo que vai ser um marco para a cidade de Penápolis”, avaliou o médico.

Já o médico Eduardo José Caldeira, analisou a parte estrutural da cidade, e tudo o que existe nela e que pode vir a contribuir positivamente para a instalação da faculdade. Eduardo é cirurgião especialista na área de cabeça e pescoço, livre-docente pela USP e professor de anatomia da Faculdade de Medicina de Jundiaí.

“Pudemos observar aqui em Penápolis que o apoio institucional que está sendo dado a essa faculdade é enorme. Com isso, a cidade só tem a ganhar. Nossas visitas às faculdades são frequentes e nós percebemos que elas causam um impacto positivo não apenas na cidade, mas como também na região. A vinda deste curso à Penápolis, abre oportunidades, estimulando a o crescimento”, afirmou ele.

O médico Eduardo Caldeira também comentou que a população da cidade e região terá mais acesso à saúde, melhorando o atendimento desde a atenção básica até a saúde específica. “Hoje muitas vezes as pessoas são obrigadas a viajarem para outras cidades para buscarem especialistas, o que no futuro, não será mais necessário”.

você pode gostar também