Taxista é preso com mais de 60 tabletes de maconha na Rondon

Um taxista de 43 anos foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (11) com 66 tabletes de maconha. A apreensão ocorreu na rodovia Marechal Rondon (SP-300), na altura de Penápolis.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária, equipes do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) faziam operação na via quando deram ordem de parada ao motorista, que estava em um veículo Fiat/Pálio Weekend. O suspeito não obedeceu a ordem e fugiu em alta velocidade, dando início a uma perseguição.

Os policiais ligaram os sinais sonoros e luminosos, mas mesmo assim o taxista continuou em fuga por aproximadamente 12 quilômetros, até ser alcançado e abordado. Na revista pessoal, nenhum objeto de ilícito foi encontrado. Já na vistoria dentro do automóvel, as equipes localizaram no porta-malas dois fardos contendo 66 tabletes de maconha. O entorpecente pesou mais de 47 quilos.

O homem revelou à polícia que conseguiu a droga em Araçatuba e iria revendê-la em Ribeirão Preto, já que é a cidade em que reside atualmente. Para o transporte, o indiciado receberia o valor de R$ 300. Nas buscas pelo bando de dados do governo do estado, os PMs descobriram que o taxista era procurado pela Justiça de Minas Gerais por tráfico de drogas.

Diante das evidências e do mandado de prisão em aberto contra ele, a ocorrência foi apresentada na sede da Polícia Federal de Araçatuba. O delegado manteve a prisão em flagrante e após o término da elaboração do boletim de ocorrência o autor foi transferido para a cadeia pública de Penápolis, onde aguardará vaga em alguma penitenciária da região.

Os tabletes de maconha e o veículo em que o homem estava permaneceram apreendidos e irão passar por perícia técnica. Um laudo deverá ficar pronto nos próximos dias e um inquérito foi aberto para dar andamento às investigações.

você pode gostar também