Mais de 12,7 mil crianças passaram pela Clínica da Criança em 2017

A Clínica da Criança, unidade especializada de atendimento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, conforme relatório anual de consultas de 2017, atendeu a mais de 12 mil crianças.

Para atendimento desse total de crianças, seguindo o procedimento de encaminhamento pelas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e pelas unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS), a Clínica da Criança conta com uma equipe de profissionais da Saúde, constituída por: médico pediatra, neuropediatra, psiquiatra infantil, pediatra especialista em atendimento de crianças prematuras e recém-nascidas e otorrino.

Juntamente com essas especialidades médicas, a equipe da Clínica da Criança, coordenada pela enfermeira Alexandra Nunes de Souza, conta também com os trabalhos dos seguintes profissionais: dentista e auxiliar de saúde bucal, fonoaudióloga, fisioterapeuta, psicóloga, nutricionista, farmacêutica e duas atendentes de farmácia, uma enfermeira, duas técnicas de enfermagem e duas recepcionistas.

A Clínica da Criança atende de segunda-feira a sexta-feira, das 6h às 17h e está instalada em prédio próprio da SMS, à Rua Egídio Thomé, no Bairro JK e até junho de 2017 agregava também a Clínica de Ortopedia, transferida para o prédio do antigo “Postão”.

Entre as principais ações, voltadas para a saúde da criança, nesta unidade é também realizado o teste do olhinho e, recentemente, a Clínica da Criança passou a ser referência da Vacina Palivizumabe, uma imunização especial, recomendada para prematuros com idade gestacional inferior a 28 semanas com até 1 ano de idade.

Atualmente, como informou a enfermeira Alexandra, 16 crianças prematuras passam por essa imunização e outras quatro estão programadas para esse atendimento especial.
“No dia 12 de maio, dia de mobilização nacional de vacinação contra a gripe, a nossa equipe da Clínica da Criança também estará imunizando crianças de zero a cinco anos incompletos, das 8h às 17h”, informou Alexandra.

Da Redação

você pode gostar também