Aos 92 anos, motorista é exemplo para os colegas

O Dia do Trabalhador, comemorado no Primeiro de Maio, é conhecido em grande parte do mundo como uma homenagem aos trabalhadores. Os protestos registrados em Chicago, marcando a luta por direitores trabalhistas, teve repressão violenta, com mortes. No Brasil, existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em 26 de setembro de 1924 que esta data se tornou oficial, após a criação do decreto nº 4.859 do então presidente Arthur da Silva Bernardes. Neste decreto, Arthur Bernardes estabeleceu a data como feriado nacional, que deveria ser destinado à comemoração dos mártires do trabalho e confraternização das classes operárias. A data passou a ser comemorada como homenagem ao trabalhador, como Ranieri Marin, da Reunidas, que aos 92 anos, continua sua jornada diária.

No Dia do Trabalhador, a Reunidas Paulista faz um tributo aos trabalhadores da empresa, em especial a uma história viva da instituição. Ricieri Marin, 92, é o mais antigo motorista da empresa e dirigiu praticamente todos os ônibus da companhia.

“Tinindo!”, é a expressão que ele usa para responder como se sente quando cumprimentado. Sempre alegre e bem-humorado, Ricieri encanta a todos à sua volta.

Sua vida corporativa começou em 1946, quando passou a trabalhar para empresas que, anos depois, acabaram sendo incorporadas pela Reunidas, onde foi registrado em 1951. De lá para cá, conduziu muitos ônibus e acumulou histórias sem fim. O motorista relembra como foi dirigir um ônibus pela última vez. “Chegava de uma viagem de Três Lagoas (MS) e a dona da empresa disse que era hora de parar, que precisava de mim recebendo os clientes, eu seria um “cicerone” da empresa, primeiro no Posto 100 Limites em Bauru, mais tarde no Alameda e atualmente na rodoviária bauruense”, conta Ricieri.

Com sete décadas de empresa, ele é um dos principais funcionários, tornando-se uma lenda regional. Esse ano, o simpático Ricieri protagonizará o ilustre Prêmio que leva o seu nome, “Gran Ricieri. “Quando perguntado se aceitava seu nome nesse prêmio de valorização dos funcionários, sorrindo ele disse “Só quero ver se alguém me alcança, vou observando os outros pelo retrovisor”, isto é, fazendo referência a ele mesmo por ser o funcionário mais antigo da empresa.

Essa honraria faz parte da comemoração de aniversário de 70 anos da Reunidas. “Gran Ricieri” vai premiar outros colaboradores importantes da Reunidas, pessoas que possuem 15 anos ou mais de empresa. São pessoas que gostam de trabalhar e realizam sua função com excelência e dedicação. O prêmio é uma forma encontrada pela empresa para valorizar os colaboradores e eternizar o nome de Ricieri Marin, que sempre esbanjou carisma e simplicidade durante toda a sua trajetória.

Atualmente, ele trabalha na agência Reunidas localizada na rodoviária de Bauru, onde mora e recebe os clientes, cumprimenta-os, faz acolhimento aos viajantes etc.

Ele ainda cumpre uma carga horária de 4 horas, que vai das 6h até as 10h.

“Trabalhador é aquele que gosta e sente orgulho do que faz e busca melhorias para ir cada vez mais longe. Que as suas mãos continuem abençoadas, pois elas são responsáveis pelo funcionamento de nossa sociedade”. diz nota da Reunidas.

Da Redação

você pode gostar também