Concessionária de Andradina se destaca na distribuição e tratamento de água

Muita gente não sabe que Andradina possui um dos mais equipados serviços de captação, tratamento e distribuição de água. Quando a Águas Andradina assumiu o serviço de saneamento básico da cidade, a água que chegava na torneira dos moradores não era tratada de acordo com as exigências dos de órgãos ambientais e de saúde. Além disso, devido à falta de investimentos era comum faltar água em diversos bairros da cidade.

Essa carência de serviços de água potável, sentida por mais de 35 milhões de brasileiros, segundo o Instituto Trata Brasil, cria um ambiente propício ao desenvolvimento de doenças graves, como a diarreia, hepatite A, verminose e outros. No Brasil, essas enfermidades foram responsáveis por 87% das internações causadas pelo saneamento ambiental inadequado no período de 2000 a 2013, segundo dados divulgados pelo o IBGE no ano de 2015.

 Planejamento e evolução

Com um planejamento contínuo e consistente, a Águas Andradina investe em ações como perfuração de novos poços, melhorias nas captações subterrâneas, nos reservatórios e processos de tratamento e setorização nos sistemas de distribuição para que a cidade seja abastecida de uma forma uniforme.

A água, captada dos 40 poços distribuídos pela cidade, é tratada de acordo com as legislações vigentes e exigências do Ministério da Saúde e a qualidade é medida diariamente. Nossa equipe coleta amostras nos reservatórios e nos cavaletes dos imóveis para analisar propriedades como turbidez, cor, presença de cloro, entre outros. Para se ter ideia, são realizadas 2.600 mil análises por mês abrangendo parâmetros físico-químicos, orgânicos, inorgânicos e biológicos.

Depois desse processo, é preciso também que a população faça sua parte. É imprescindível cuidar das instalações hidráulicas e lavar a caixa d´água a cada seis meses para evitar contaminação e mau cheiro da água que chega na torneira. É importante ressaltar que o cloro é um dos principais elementos responsáveis pela descontaminação da água depois de ser captada. A Águas Andradina sempre segue as dosagens previstas nas legislações vigentes.

Os investimentos não param para manter esta eficiência no tratamento e na distribuição de água no município. Uma das obras mais importantes foi a perfuração do poço do JBC aumentando a capacidade de produção para 23 mil litros/hora, colaborando na eficiência do reservatório Central que influencia no abastecimento de 40% da cidade. “Nosso trabalho é intenso para melhorar cada vez mais os serviços prestados. É muito importante que a população entenda como funcionam nossos processos, por isso sempre estamos de portas abertas para receber visitantes nas nossas instalações”, explica Mirian Sampaio, gerente da Águas Andradina.

DA REDAÇÃO – ANDRADINA

você pode gostar também