Polícia Civil apreende último suspeito de participação no assassinato de frentista

Policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Andradina apreenderam o quarto e último suspeito de envolvimento na morte do frentista Roberto Taveira na cidade. A vítima foi atingida por dois tiros, por engano, por conta da guerra de gangues no município. O suspeito é um adolescente, que não teve a identidade divulgada.

A prisão ocorreu no bairro Jardim Europa. Segundo a polícia, ao todo foram presos sete indivíduos por envolvimento com as gangues em um período de aproximadamente uma semana. Desse total, as investigações apontaram que quatro homens, incluindo o menor de idade, tiveram participação na morte de Taveira. Os presos confessaram ter efetuado vários disparos contra alguns desafetos que estavam no bar onde o assassinato ocorreu, mas durante a ação contra os inimigos acabaram atingindo o frentista, que não tinha nenhum envolvimento com tais conflitos. A Polícia informou ainda que as investigações continuam, já que outras tentativas de homicídio foram registradas no município por conta das gangues.

“A Polícia Civil de Andradina vai continuar seu trabalho até colocar todos os envolvidos em tais conflitos atrás das grades. Assim como fez com os assassinos de “Paçoca” (apelido de Roberto Taveira)”, complementou por meio de uma nota enviada à imprensa

O CRIME

A vítima foi assassinada com dois tiros no peito e na barriga na noite do último dia 09 de abril. Taveira trabalhava há muitos anos em um posto de combustíveis da cidade e era bastante conhecido no município. Ela saiu do trabalho por volta das 22h e foi até ao bar, na rua Francisco Ruiz, no bairro Pereira Jordão, para comprar um refrigerante, já que levaria para a residência onde morava.

Dentro do estabelecimento comercial também estava o jovem, identificado pelas iniciais J.F.G.S., que seria o verdadeiro alvo dos criminosos. Ele estava em pé, bem atrás de Taveira, quando dois indivíduos chegaram em uma motocicleta e começaram a atirar em direção ao rapaz. Ele foi atingido de raspão nas costas e em um dos dedos e sobreviveu, após passar por atendimento médico no Pronto-Socorro Municipal. Acontece que dois tiros atingiram Taveira, que não tinha nenhuma participação com a história. Ele não resistiu e morreu antes mesmo da chegada de equipes do Resgate.

você pode gostar também