Jovens são detidos por tráfico de drogas e receptação

Um auxiliar geral de 23 anos e um adolescente, de 16, foram detidos na noite de domingo (22), em Araçatuba, por receptação de uma motocicleta e tráfico de drogas. O caso ocorreu no bairro Porto Real 2.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais militares faziam patrulhamento de rotina pela rua Igor Dourado e Castro quando viram o auxiliar saindo de dentro da residência em que mora. Ao ver a viatura, o suspeito tentou voltar rapidamente para o interior do imóvel, fato que chamou a atenção das equipes policiais, que decidiram abordá-lo.

O homem resistiu à prisão e teve que ser algemado pelo receio de fuga. Logo em seguida, já durante a revista pessoal, os PMs localizaram 29 pinos contendo cocaína escondidos no bolso da bermuda dele. O indiciado confessou a propriedade do entorpecente e revelou comercializar drogas no local e vender cada pino de cocaína por dez reais.

Ainda durante o atendimento da ocorrência, os policiais perceberam que havia uma motocicleta Honda/CG 125 Fan estacionada dentro da sala da residência. Ao verificar a procedência do veículo, a polícia descobriu que o mesmo foi furtado na cidade há alguns meses. O jovem negou que a moto fosse dele e sim de um amigo, identificado pelo apelido “Vitinho”. O autor revelou que o segundo suspeito estaria participando de um churrasco no mesmo bairro, só que na rua Moara Sacramento Amaro.

A viatura dirigiu-se até ao endereço e encontrou o menor. Ele confessou que a moto realmente era dele e que a comprou de um desconhecido pelo valor de R$ 200. Diante das evidências, a dupla foi encaminhada até a Central de Flagrantes, onde foi ouvida. O delegado plantonista decidiu manter a prisão em flagrante do auxiliar geral por tráfico de drogas e o deixou à disposição da Justiça. Já o adolescente foi ouvido e liberado na presença de um responsável. Ele irá responder por ato infracional de receptação.

Os investigadores conseguiram identificar a vítima que teve a moto furtada. Trata-se de um pintor de automóveis de 52 anos. Porém, ninguém conseguiu fazer contato com o declarante. Por esse motivo, a motocicleta teve que ser recolhida e encaminhada ao pátio de um guincho da cidade.

você pode gostar também