Tribunal de Contas confirma 8 anos de aprovação da gestão Jamil Ono

O ex-prefeito de Andradina, Jamil Ono, demonstrou porque mereceu a confiança da população em torná-lo até o momento o único gestor municipal da história a ser reeleito na cidade ao ter todas as contas aprovadas pelo TCE/SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo). Faltava apenas o ano de 2016 para a confirmação que saiu nesta semana sobre a aprovação de todas as contas de Jamil que havia assumido a prefeitura de Andradina em 2009.

São oito anos de contas aprovadas pelo TCE/SP que tem em sua principal missão “fiscalizar e orientar para o bom e transparente uso dos recursos públicos em benefício da sociedade.”

Em outubro de 2017, o Tribunal de Contas já havia divulgado o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEG-M), criado para avaliar a eficiência dos gastos públicos das cidades, em 2016, último ano da gestão Jamil.

Andradina foi avaliada como Gestão “Muito Efetiva”, ou seja, soube fazer os investimentos necessários com o melhor uso possível dos recursos da cidade. Para a composição desse índice, o Tribunal avalia quesitos como Educação, Saúde, Planejamento, Gestão Fiscal, Meio Ambiente, Defesa Civil e Tecnologia da Informação.

Na média geral, Andradina obteve a nota final “B+”, que foi a maior nota que o Tribunal de Contas conferiu entre todas as cidades do Estado avaliadas. Dos 644 municípios paulistas avaliados, apenas 74, ou seja, 12% deles conseguiram obter a nota “B+” de Gestão “Muito Efetiva”.

Entre os itens avaliados, as ações relacionadas ao meio ambiente, onde é levado em conta à qualidade dos serviços e da vida das pessoas, Andradina conseguiu nota A, de Altamente Eficiente. Outros pontos que se destacaram foram os investimentos e melhorias nas áreas da Saúde, da Educação, a Gestão Fiscal e o Planejamento.

Os dados mostram que o ponto forte da gestão de Jamil é fazer cada centavo do dinheiro público ser revertido a favor da população de forma eficiente. Jamil, por exemplo, dobrou o número de creches de cinco para 10, implantou material didático, tornou a merenda das crianças uma referência no Estado, revolucionando o setor de Educação.

A Saúde, com ênfase nos processos realizados relacionados à Atenção Básica, Equipe Saúde da Família, Conselho Municipal da Saúde, atendimento à população para tratamento de doenças, na sua administração expandiu o os serviços ofertados abrindo novas UBSs nos bairros e zona rural.

O desenvolvimento veio também do investimento em praças esportivas e academias a céu aberto, abertura de parques empresariais e incentivou o comércio com gestão que mereceu dois prêmios de prefeito empreendedor oferecidos pelo Sebrae.

A infraestrutura também foi destaque, já que asfaltou bairros completos e em sua gestão. Andradina cresceu mais de 60 alqueires paulista, em área urbana com infraestrutura completa, parques empresariais e loteamentos, tudo através de uma gestão completa, transparente e descentralizada.

Durante os oito anos de Jamil como prefeito, Andradina avançou em vários índices como o do instituto IFGF (Índice Firjan de Gestão Fiscal), onde o município avançou 500 posições em sua gestão;

Com Jamil, Andradina também foi apontada pela revista Exame como uma das melhores cidades para se viver com Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (Instituto de Longevidade Mongeral Aegon / Fundação Getúlio Vargas), onde o município figura entre as 40 melhores cidades do país (De 50 mil e 100 mil habitantes), para se envelhecer.

DA REDAÇÃO – Andradina

você pode gostar também