Suspensão de testes nucleares por Pyongyang é ‘avanço significativo’, diz Coreia do Sul

SEUL – O Escritório Presidencial da Coreia do Sul considerou o anúncio de suspensão de testes nucleares de Pyongyang como “um avanço significativo” pela desnuclearização da Península.

O porta-voz da presidência sul-coreana, Yoon Young-chan, disse em um comunicado que o anúncio vai aumentar as perspectivas para as conversas bem-sucedidas entre Seul, Pyongyang e Washington.

Na próxima sexta-feira, 27, o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, deve se encontrar com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, em um vilarejo na fronteira. A cúpula, um encontro raríssimo, tem como objetivo resolver o impasse nuclear.

Um outro encontro entre Kim e o presidente dos EUA, Donald Trump, está previsto para o final de maio ou começo de junho.

Japão

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, reagiu com cautela ao anúncio da Coreia do Norte. Forte opositor de Pyongyang, o governo japonês comemorou o anúncio, mas fez ponderações.

“O que é crucial aqui, no entanto, é como esse desenvolvimento levará ao desmantelamento completo, verificável e irreversível de armas nucleares, armas de destruição em massa e mísseis”, afirmou, em nota emitida pelo gabinete de Abe.

O premiê japonês disse ainda que o anúncio não muda a sua política externa e que o país vai manter os esforços coordenados com a Coreia do Sul e os Estados Unidos pela desnuclearização da Península Coreana. //ASSOCIATED PRESS

você pode gostar também