Após furtos, Prefeitura estuda instalação de câmeras em escolas

Dois locais públicos, pertencentes à Prefeitura de Araçatuba, foram danificados por indivíduos desconhecidos no começo da semana. Os casos aconteceram entre os dias 13 a 16 de abril em uma escola municipal e no estádio Adhemar de Barros. Por conta dos casos recorrentes desses tipos de crimes, o Executivo já está realizando um projeto técnico para a instalação de câmeras nas escolas, por meio de um processo licitatório.

O primeiro caso registrado pela Guarda Civil Municipal na Central de Flagrantes foi na Emeb José Machado Neto, localizada na rua Otávio Coelho, no bairro Jardim São José. De acordo com o depoimento da diretora da instituição, de 47 anos, vândalos quebraram oito vidros da janela da recepção e outros dois da secretaria.

Com a chegada da Guarda, as equipes localizaram no interior do estabelecimento de ensino pedaços de telha e concreto, levando a crer que os criminosos tenham usados os objetos na ação. Não existem câmeras de monitoramento na escola, segundo o boletim de ocorrência e sim somente um sensor na porta da secretaria, porém o mesmo não funcionou. O caso foi registrado na delegacia da cidade como dano qualificado. A Polícia Civil requisitou perícia técnica para o local. Um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar nas investigações.

Por meio de nota, a prefeitura de Araçatuba informou que a escola possui sistema de alarme e esta foi a primeira vez que que a instituição foi vítima de vandalismo. “Como os danos ocorreram na ala administrativa, não houve prejuízo às aulas. A Prefeitura está realizando um projeto técnico para licitar a instalação de câmeras de monitoramento para todas as escolas”, complementou.

ADHERMAZÃO

No mesmo dia, a Guarda Municipal registrou outro boletim de ocorrência, dessa vez o alvo, de novo, foi o Estádio Municipal Adhemar de Barros. O funcionário responsável pela preservação do local acionou as equipes depois que indivíduos desconhecidos danificaram a fechadura da porta de madeira do depósito de ferramentas. Apesar disso, nenhum objeto foi levado do local. Essa foi a segunda vez que o estádio acabou sendo alvo em apenas um mês.

 No último dia 17 de março, vândalos quebraram os vidros de um veículo Fiat/Uno, pertencente à Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação e o conduziram até o campo de futebol, abandonando-o em seguida. Na sequência, os indivíduos estouraram o hidrante de irrigação. Um boletim de ocorrência foi elaborado e um inquérito policial aberto para investigar o caso.

Recentemente, o jornal O LIBERAL REGIONAL levantou dados a respeitos dos crimes cometidos em prédios públicos da cidade. Somente em 2017, a administração municipal contabilizou 16 furtos contra o patrimônio público. Nos três primeiros meses de 2018, o Executivo informou que seis crimes do mesmo tipo já foram contabilizados. Muitos deles ocorreram em escolas ou creches municipais, além de unidades básicas de saúde. Por conta da situação, outra medida adotada pela prefeitura será abrir concurso público para contratar aproximadamente 60 guardas municipais. O edital deverá ser publicado entre maio e junho deste ano.

Vitor Moretti – Araçatuba

você pode gostar também